A Copa do Mundo Feminina promete ser uma atração e tanto para a turma que revira os odds atrás de lucros interessantes. O torneio que será disputado na França, a partir desta sexta-feira (7), tem sua decisão marcada para o dia 7 de julho, exatamente um mês depois do pontapé inicial. Ou seja: não vai faltar lucro (e nem assunto) para quem acompanha o futebol feminino e as apostas que serão geradas praticamente todos os dias no país europeu.

Na história, esta será a oitava edição da Copa do Mundo Feminina, que vai percorrer 11 cidades francesas. O formato de disputa reúne ao todo 24 seleções, distribuídas em seis grupos de quatro países.

Todos aqueles que acompanham de perto as movimentações do futebol feminino sabem que as chances de título do Brasil são pequenas. E as casas de apostas de futebol deixam isso bem claro ao colocar a seleção comandada pelo questionado técnico Vadão com uma cotação de zebra. Quem apostar na inédita conquista do país vai faturar nada menos que R$ 19,00 a cada R$ 1,00 apostado, uma pedida que talvez seduza os apostadores que preferem colocar um valor pequeno nas opções mais improváveis e ousadas.

A seleção brasileira feminina vem de uma campanha fraca na She Believes Cup, competição amistosa realizada nos Estados Unidos, em março. Com três derrotas em três jogos disputados, o time não demonstrou estar à altura dos demais – pela ordem final, Inglaterra, Estados Unidos e Japão, trio que vale a pena acompanhar de perto durante a Copa do Mundo.

Ampliar o retrospecto da seleção brasileira é escancarar ainda mais a dificuldade esperada na França: são nove derrotas nos últimos nove jogos, incluindo a espantosa queda por 1 a 0 diante da Escócia, em amistoso realizado na Espanha em abril.

A Copa do Mundo Feminina da França deve ser a última para Formiga, e Cristiane, e a renovação da equipe de Vadão é uma verdadeira incógnita. O Brasil vai fazer parte do Grupo C, ao lado de Austrália, Jamaica e Itália. Das três equipes, quem promete mais trabalho é a Austrália, responsável pela eliminação brasileira no Mundial passado. A Itália talvez tenha chances de incomodar um pouco mais, pois a modalidade no país agora conta com um investimento maior das entidades locais e dos times de ponta como Roma, Milan e Juventus.

A primeira partida do Brasil será neste domingo (9), às 10h30 (de Brasília), contra a Jamaica, com total favoritismo das comandadas por Vadão. De acordo com o site especializado em apostas OddsShark.com, um triunfo das brasileiras oferece um ínfimo lucro de R$ 1,01 a cada R$ 1,00 investido, enquanto a vitória das jamaicanas devolve simplesmente R$ 15,50 a cada R$ 1,00 aplicado. O empate também traz uma verdadeira bolada, com R$ 9,50/R$ 1,00. É uma opção que se justifica para os que imaginam que a dificuldade brasileira vai começar cedo na Copa do Mundo realizada na França.

E quais são as seleções que despontam como favoritas ao título? Se as cotações das casas de apostas forem ratificadas ao final da Copa do Mundo Feminina, é bem provável que a anfitriã França siga o exemplo dos homens, campeões no ano passado na Rússia, e estabeleça uma emblemática dobradinha no mundo da bola. Segundo o OddsShark.com, a França encabeça a lista de equipes candidatas ao troféu com uma cotação que pode ser bastante interessante para aqueles que cravarem a conquista azul: são nada menos que R$ 4,25 a cada R$ 1,00 apostado. Completam as quatro primeiras seleções as equipes dos Estados Unidos (R$ 4,50), da Alemanha (R$ 6,50) e da Inglaterra (R$ 7,50).

A França está no Grupo A, com Coreia do Sul, Noruega e Nigéria. A presença das anfitriãs no topo das apostas chega a surpreender, pois a melhor participação da equipe na Copa do Mundo Feminina até hoje foi um modesto quarto lugar na edição de 2011. Atuais campeãs, as norte-americanas demonstram cacife para repetir a conquista de 2015 e obter um expressivo quarto título. A primeira fase não deve causar nenhuma surpresa: elas estão no Grupo F, com Chile, Tailândia e Suécia.

Odds para o título da Copa do Mundo Feminina:

França: R$ 4,25
Estados Unidos:
R$ 4,50
Alemanha:
R$ 6,50
Inglaterra:
R$ 7,50
Holanda:
R$ 13,00
Japão:
R$ 15,00
Austrália:
R$ 17,00
Brasil:
R$ 19,00
Canadá:
R$ 23,00
Espanha:
R$ 23,00

Odds dos principais jogos da 1ª rodada:

07/06 – 16:00 – França (R$ 1,08) x Coreia do Sul (R$ 14,00); empate (R$ 6,50)
08/06 – 10:00 – Alemanha (R$ 1,22) x China (R$ 8,25); empate (R$ 4,80)
08/06 – 13:00 – Espanha (R$ 1,08) x África do Sul (R$ 12,25); empate (R$ 7,00)
09/06 – 08:00 – Austrália (R$ 1,52) x Itália (R$ 4,70); empate (R$ 3,55)
09/06 – 10:30 – Brasil (R$ 1,01) x Jamaica (R$ 15,05); empate (R$ 9,50)
09/06 – 13:00 – Inglaterra (R$ 1,15) x Escócia (R$ 10,50); empate (R$ 5,35)
10/06 – 13:00 – Argentina (R$ 15,50) x Japão (R$ 1,05); empate (R$ 7,25)
10/06 – 16:00 – Canadá (R$ 1,10) x Camarões (R$ 13,00); empate (R$ 6,20)
11/06 – 10:00 – Nova Zelândia (R$ 7,75) x Holanda (R$ 1,24); empate (R$ 4,75)
11/06 – 16:00 – EUA (R$ 1,005) x Tailândia (R$ 21,00); empate (R$ 11,75)

Confira outros odds do futebol brasileiro e internacional na Trivela.