Copa 2014 pode ter Alemanha com uniforme todo branco. Sério, parem com isso!

Veja até que ponto a Fifa está acabando com grandes símbolos do futebol mundial

A Fifa entende de muitas coisas. Entende de como fazer dinheiro com o bolso alheio em Copas do Mundo. Entende de como fazer negociatas para manter seu grupo político no poder. Entende de como fazer um estádio de futebol ficar coxinha. E não entende nada, nadinha, da importância de preservar a tradição de símbolos do futebol como as camisas.

Há décadas existe a determinação que os dois times em campo não podem ter camisas de mesma cor, calções da mesma cor ou meias da mesma cor. Pode ser meio exagerado, mas a gente se acostumou com isso. Mas, desde 2006, piorou: uma peça do uniforme de um time não pode ter a mesma cor de uma peça do adversário. Ou seja, o calção azul do Brasil se torna incompatível com a camisa azul da França. E por isso os franceses jogaram todos de branco nas quartas de final daquele Mundial.

O resultado disso é que muitas seleções mundiais deixaram a tradição de lado e se tornaram oficialmente monocromáticas, já que as regras da Fifa induzem isso na prática. Os uniformes da França já nem têm mais o calção branco. É tudo azul. E o calção verde de Portugal? Só em fotos antigas. Até a Inglaterra abandonou o calção azul escuro e virou toda branca na versão do uniforme atual.

 

Mas eu falei tudo isso porque estou estarrecido com uma possibilidade que pode acabar com tudo. Segundo o bom blog Todo Sobre Camisetas, a Adidas prepara uniformes monocromáticos de Alemanha, Espanha e Argentina para a Copa 2014. Sim, a Alemanha seria toda branca. Isso não existe. Qualquer pessoa que gosta um pouquinho de futebol sabe que a seleção alemã é alvinegra.

Sério, parem com isso! Urgente! Eu imploro!