O técnico Roberto Mancini anunciou nesta quinta-feira a convocação de 37 jogadores para a seleção italiana que jogará os dois primeiros jogos da Liga das Nações. O treinador deve fazer muitas mudanças nos dois jogos, contra Bósnia e Países Baixos, e trouxe cinco jogadores que recebem a convocação pela primeira vez. Entre eles, o zagueiro Alessandro Bastoni, da Inter, que terminou a temporada como titular, e o atacante Francesco Caputo, do Sassuolo, que pode estrear na seleção aos 33 anos.

A lista é bastante diversificada. Inclui jogadores bastante experientes, como o capitão Georgio Chiellini, de 36 anos, e também jovens como Bastoni e Luca Pellegrini, da Juventus, ambos de 21 anos e convocados pela primeira vez. Francesco Caputo é um dos mais velhos da lista e fez uma ótima temporada pelo Sassuolo, pelo qual fez 37 jogos e 21 gols, contando todas as competições. Sua concorrência é forte, já que Ciro Immobile foi o Chuteira de Ouro da Europa e a lista ainda inclui Andrea Belotti, do Torino. Também entra na lista de novatos da convocação o goleiro Alessandro Cragno, de 26 anos, do Cagliari, que ainda não tem um jogo pela Azzurra.

Francesco Caputo, do Sassuolo (VINCENZO PINTO/AFP via Getty Images/Onefootball)

Entre as novidades está também o meio-campista Manuel Locatelli, de 22 anos. O jogador do Sassuolo surgiu no Milan, onde até chegou a marcar o gol da vitória em um clássico com a Juventus, mas acabou perdendo espaço. Foi primeiro emprestado ao Sassuolo em 2018 e no ano seguinte o clube o contratou em definitivo por € 12,5 milhões. O meio-campista tem ido bem, conquistou o seu lugar no time e manteve um bom nível de regularidade.

A Itália está no Grupo 1, com Países Baixos, Polônia e Bósnia. Os italianos estreiam no dia 4 de setembro, no Estádio Artemio Franchi, em Florença, contra a Bósnia. No dia 7, vai ãté a Johan Cruijff Arena, em Amsterdã, para a segunda partida. Os jogadores convocados se apresentam no Centro de Treinamentos italiano, em Coverciano, no dia 29 de agosto.

Estes são os convocados da Itália para os jogos contra Bósnia e Países Baixos:

Goleiros: Alessio Cragno (Cagliari), Gianluigi Donnarumma (Milan), Alex Meret (Napoli) e Salvatore Sirigu (Torino);

Defensores: Francesco Acerbi (Lazio), Alessandro Bastoni (Inter), Christiano Biraghi (Inter), Leonardo Bonucci (Juventus), Mattia Caldara (Atalanta), Giorgio Chiellini (Juventus), Danilo D’Ambrosio (Inter), Giovanni Di Lorenzo (Napoli), Alessandro Florenzi (Roma), Gianluca Mancini (Roma), Luca Pellegrini (Juventus) e Leonardo Spinazzola (Roma);

Meio-campistas: Nicolò Barella (Inter), Giacomo Bonaventura (sem clube), Gaetano Castrovilli (Fiorentina), Bryan Cristante (Roma), Jorginho (Chelsea), Roberto Gagliardini (Inter), Manuel Locatelli (Sassuolo), Lorenzo Pellegrini (Roma), Stefano Sensi (Inter), Sandro Tonali (Brescia) e Nicolò Zaniolo (Roma);

Atacantes: Andrea Belotti (Torino), Federico Bernardeschi (Juventus), Francesco Caputo (Sassuolo), Federico Chiesa (Fiorentina), Stephan El Shaarawy (Shanghai Shenua), Ciro Immobile (Lazio), Lorenzo Insigne (Napoli), Moise Kean (Everton), Kevin Lasagna (Udinese) e Riccardo Orsolini (Bologna).