Ainda abalada pelo cancelamento do amistoso contra um combinado de jogadores do Kuwait na terça-feira, a Seleção Brasileira entra em campo neste sábado, contra os Emirados Árabes, em Abu-Dhabi, para sua última apresentação em 2005.

O confronto fecha com chave de ouro mais um ano vitorioso da equipe, que somou a sua galeria de títulos mais uma Copa das Confederações, além de terminar as eliminatórias para o Mundial em primeiro lugar, mesmo com o mesmo número de pontos da Argentina.

Para esse jogo contra os Emirados Árabes, Parreira pretende apenas fazer mais algumas observações. A mais esperada é a volta de Edmílson, fora das convocações desde setembro de 2004, quando contundiu-se gravemente. “O retorno dele era esperado desde que ele começou a jogar pelo Barcelona. Quero vê-lo novamente em ação”, adiantou o treinador, em coletiva à imprensa nesta sexta-feira.

O único ausente entre os 11 titulares de Carlos Alberto Parreira, é Ronaldo, ainda em recuperação da contusão no joelho, sofrida há algumas semanas. Seu substituto será Robinho, companheiro do Fenômeno no Real Madrid.

Dessa maneira, o Brasil joga com: Dida; Cafu, Lúcio, Juan e Roberto Carlos; Émerson, Zé Roberto, Kaká e Ronaldinho; Adriano e Robinho.

Foto: Agência CBF


Os comentários estão desativados.