Cristiano Ronaldo chegou aos 300 gols no Campeonato Espanhol neste sábado, contra o Getafe. Na verdade, a 301, porque ele marcou duas vezes na vitória por 3 a 1 sobre os rivais da região metropolitana de Madri. Zinedine Zidane ensaiou o Real Madrid que poderá ir a campo contra o Paris Saint-Germain, na próxima terça-feira, dia 6, pela Champions League. Não nos nomes escalados como titular, mas em algumas funções.

LEIA TAMBÉM: PSG colocou estrelas de molho e levou garotos a campo contra Troyes, incluindo filho de Weah

 

Primeiro, começou jogando com o trio BBC, Bale, Benzema e Cristiano Ronaldo, algo que não tem sido frequentes nesta temporada. Só que não era uma formação com três atacantes. Bale recuava muito mais, pelo lado direito, fechando uma linha de meio-campo em quatro, com Isco fazendo o mesmo à esquerda. Cristiano Ronaldo e Benzema ficavam à frente, o que parecia mais um 4-4-2 do que um 4-3-3.

Bale é mais atacante que Isco, e este segundo foi quem mais ajudou os dois homens do centro do campo, Marcos Llorente e Casemiro, na marcação. Bale pela direita ainda é uma dúvida. Mas o 4-4-2 parece uma formação possível para Zidane levar a campo no meio de semana no torneio europeu. Um ponto ficou mais claro: com Modric e Kroos provavelmente vetados para o meio da semana por lesão, Casemiro é nome certo e o principal candidato a fazer dupla com ele é Kovacic. O meio-campista croata entrou no segundo tempo, no lugar de Llorente.

Entre as boas notícias, Marcelo voltou a campo no segundo tempo, recuperado de lesão, no lugar de Theo Hernández. A sua volta é um reforço importante para o time, porque Marcelo é o melhor lateral esquerdo do mundo. Ajuda a armar o time a partir da defesa.

Outra dúvida é sobre o uso de Marco Asensio. Ele entrou no lugar de Cristiano Ronaldo. Ele pode fazer um dos lados do campo. Isco parece um nome certo no time titular. Resta saber se o time jogará mesmo com dois pontas aberto e, se a resposta for sim, se estes pontas serão Isco e Asensio, Isco e Bale ou mesmo Lucas Vazquez e Asensio, como foi em determinado momento do segundo tempo contra o próprio PSG.

Em campo, com a bola rolando, Bale marcou o primeiro gol do jogo, aproveitando uma bola que sobrou na área, depois de uma cobrança de bola parada. Cristiano Ronaldo marcou o segundo em uma excelente jogada individual dentro da área, depois de receber de Benzema.

No segundo tempo, Nacho errou duas vezes, cometeu pênalti e viu o placar diminuir para 2 a 1 com um gol de Francisco Portillo. Depois, já aos 32 minutos do segundo tempo, Marcelo cruzou para a área e Cristiano Ronaldo meteu a cabeça para marcar 3 a 1 e fechar o placar no estádio Santiago Bernabéu, que teve o seu pior público da temporada com 55.106 pessoas.

Na terça, Zidane tem muitas dúvidas a resolver para escolher os 11 que irão a campo no duelo com o PSG. Neymar não estará do outro lado, mas há boas opções para os parisienses tentarem suprir, de alguma forma, a ausência do brasileiro – ou, mais provavelmente, amenizar a sua perda. Zidane viu algumas ideias em execução neste sábado para poder usar – ou descartar.


Os comentários estão desativados.