O logotipo dos Jogos Olímpicos de Tóquio causou estranhamento desde o primeiro momento. O ExtraTime o defendeu pela linguagem visual que, apesar do resultado final esquisito, tinha elementos muito japoneses, sobretudo pela semelhança com obras do designer Ikkeo Tanaka (link abaixo). E isso era legal, mas, pouco mais de um mês depois, o símbolo foi descartado. Outro será criado, e a decisão faz sentido.

Veja a nota completa no ExtraTime