Conheça Meret, o outro prodígio do gol que será discípulo de Buffon na seleção italiana

O goleiro de 19 anos foi a principal surpresa da convocação da Itália, se destacando pela SPAL, líder da Serie B

Quando Gian Piero Ventura foi anunciado como técnico da seleção italiana, havia um intuito claro na escolha. O novo comandante, referendado principalmente por seu trabalho recente à frente do Torino, coordenaria um processo de renovação. Justamente o que o treinador vem intensificando nos últimos meses. Por isso mesmo, não surpreendente tanto assim o nome de Alex Meret na lista para o duelo contra a Albânia pelas Eliminatórias e o amistoso diante da Holanda. O goleiro de 19 anos (completará 20 nesta quarta), destaque pela SPAL na Serie B, já tinha sido integrado por Antonio Conte à seleção principal, como quarta opção em sua posição durante os treinos para a Euro 2016. Agora, pode mostrar serviço ao novo técnico e se ratificar como uma boa alternativa.

A escolha de Meret não significa a falta de goleiros qualificados para a convocação. Gianluigi Buffon continua sendo o dono da camisa 1, enquanto Gianluigi Donnarumma desponta como seu discípulo. Até existiam outros nomes na Serie A. Diante das lesões de Mattia Perin e Federico Marchetti, passavam à frente na lista Andrea Consigli e Marco Sportiello. No entanto, entre um arqueiro de 30 anos, apesar de seu destaque no Sassuolo, e outro promissor que perdeu espaço na atual temporada, frequentando o banco desde que se transferiu à Fiorentina, o chamado de Meret faz todo o sentido. Pela fase e pelas perspectivas, o novato se aponta como uma excelente decisão, especialmente pela rodagem que ganhará treinando com os azzurri.

Formado pelas categorias de base da Udinese, Meret disputava espaço com outra grande promessa italiana sob as traves: Simone Scuffet, 10 meses mais velho. O novato subiu um degrau na hierarquia durante a última temporada, quando Scuffet acabou emprestado ao Como e ele se firmou como goleiro reserva do elenco principal. Já no início da atual, os friulani optaram por ceder Meret à SPAL, a fim de acumular experiência no clube que voltava à Serie B. Pois o sucesso tem ido muito além disso. Após sofrer com problemas físicos no primeiro turno, o garoto assumiu a posição de vez em dezembro, na derrota por 3 a 1 para o Pro Vercelli. Desde então, a equipe não perdeu mais. O arqueiro sofreu apenas seis gols em 12 partidas, e não mais do que um por jogo. Já os biancazzurri saltaram à liderança.

A convocação ainda premia todo o histórico de Meret nas seleções de base. O goleiro fez parte da equipe nacional em todas as categorias do sub-15 ao sub-19. Foi titular, inclusive, no Campeonato Europeu Sub-19, chegando ao vice-campeonato em elenco que também contava com Manuel Locatelli. O camisa 1 foi um dos destaques do torneio, apesar da derrota por 4 a 0 na decisão, para a França de Kylian Mbappé e Jean-Kévin Augustin. Depois da competição, disputou um amistoso com a seleção sub-21, reserva e companheiro de quarto de Donnarumma na ocasião. Mas a ascensão para ambos acabou sendo maior.

Dono de postura agressiva sob as traves e ótimo tempo de reação, Meret poderá justificar a confiança. E, quem sabe, alçar voos mais altos. Antes mesmo da convocação, o Eurosport já noticiava o interesse da Juventus na sua contratação – assim como teve o seu nome relacionado com Liverpool, Napoli e Roma durante os últimos meses. De novo, o jovem poderá trabalhar com Buffon, o seu ídolo. E se colocar como o futuro da seleção, ao lado de Donnarumma.