Os recentes ataques terroristas a Paris e as ameaças do Estado Islâmico de que outros países europeus serão vítimas de atentados em breve naturalmente instauraram um grande medo em grande parte da população do Velho Continente. O resultado disso é que todas as outras pessoas à sua volta podem representar algum risco, e é aí que a estereotipia ganha força. Isso ficou muito claro depois de um episódio envolvendo Radja Nainggolan, volante da Roma e da seleção belga, confundido com um terrorista.

VEJA TAMBÉM: Thuram defende integração como resposta da sociedade francesa aos ataques

Segundo o jornal belga DH, Nainggolan estava com sua família em um hotel na Antuérpia, segunda maior cidade da Bélgica, curtindo uma folga após a data Fifa, quando hóspedes do local confundiram o volante com um terrorista e acionaram a polícia. A confusão só foi desfeita quando os policiais chegaram ao hotel e reconheceram o atleta da seleção belga.

Em entrevista ao Het Nieuwsblad, Nainggolan esclareceu a história, revelando que, aliviados, os policiais aproveitaram para registrar o momento. “Os hóspedes do hotel acharam que eu tinha um visual ameaçador. Por sorte, a polícia me reconheceu rapidamente, e tiramos algumas fotos”, contou o jogador.

Descendente de indonésios, Nainggolan poderia ter ficado extremamente irritado com toda a situação, mas mostrou que tem um bom senso de humor e, de forma bastante compreensiva, posou sorridente para a foto com os policiais, que você pode ver abaixo.

Ed-Malyon