Nos jogos de quarta das oitavas-de-final da Liga dos Campeões, nenhum dos clubes comemora a pequena vantagem obtida nas partidas de ida. Arsenal, Lyon e Benfica terão pela frente adversários de peso e, mesmo com os triunfos por 1 a 0 obtidos no primeiro confronto, a situação dos três está longe de ser confortável. Milan e Bayern de Munique, que empataram na ida, completam a seqüência marcada pelo equilíbrio de forças.

Depois de uma semana conturbada, o Real Madrid deseja reencontrar a calmaria. A polêmica envolvendo Ronaldo ficou para trás, ao menos para o decisivo confronto contra o Arsenal. Com um ambiente interno tenso, a equipe tenta achar a concentração necessária para devolver a derrota sofrida no Santiago Bernabéu por 1 a 0. Já os Gunners, sem maiores esperanças na Premier League, dedicam-se à LC como a salvação da temporada.

Após arrancar um empate por 1 a 1 na Alemanha, o Milan recebe o Bayern de Munique mais confiante. Sem desfalques importantes, os rossoneri chegam motivados pela vitória sobre o Empoli por 3 a 0 na Série A. A equipe alemã passa por um momento ruim após perder para o Hamburg na Bundesliga. Foi a primeira derrota da equipe dentro do Allianz Arena, e permitiu a aproximação do rival na briga pelo título do campeonato alemão. Sob pressão, a equipe vai à Itália para, enfim, jogar bem e convencer.

Em Anfield, o Liverpool tenta se recuperar da derrota sofrida em Lisboa para o Benfica por 1 a 0. O atual campeão europeu busca superar o cansaço da temporada para tentar repetir o feito da última edição. A equipe portuguesa deseja encontrar o equilíbrio, ausente dentro do campeonato português, para segurar os Reds e avançar para a fase seguinte.

Com o ânimo recuperado com a vitória sobre o Ajaccio na Ligue 1, o Lyon recebe o PSV próximo de se vingar da eliminação para o rival na última edição da LC. O triunfo em Eindhoven por 1 a 0 deixou os tetracampeões franceses em uma situação um pouco confortável, mas o time holandês apenas perdeu em casa graças a uma falha do goleiro Gomes.

Arsenal x Real Madrid
(16:45, Bandeirantes, ESPN Internacional)

Após deixar Ronaldo de fora da partida contra o Atlético de Madrid, no campeonato espanhol, Juan Ramón López Caro promoverá o retorno do atacante ao time. Porém, o técnico escolherá entre o ‘Fenômeno’ e Antonio Cassano. Raúl Bravo tem um lugar assegurado na defesa. O treinador está em dúvida na lateral-direita por questões táticas. Cicinho, que deixou muito espaço para Reyes no jogo de dia, briga com Michel Salgado por uma vaga.

A novidade no Arsenal está no retorno de Robert Pires à equipe após recuperar-se de uma virose. Havia uma expectativa para a volta de Robin van Persie, mas o holandês não se recuperou da contusão no pé. Arsène Wenger pretende utilizar Reyes, mas ainda não sabe se o escala no meio do ataque ou pela ponta. “Não tenho o esquema completamente decidido, pois o Real Madrid pode mudar o dele também, e precisamos nos adaptar ao que eles fizerem”, disse.

Milan x Bayern de Munique
(18:45, ESPN Internacional, VT)

Carlo Ancelotti afirma já ter na cabeça quem será o companheiro de Shevchenko. Porém, o treinador não quis revelar o escolhido entre Gilardino e Inzaghi. O treinador quer que o time fique de olho em Michael Ballack e o impeça de jogar. Dida deve retornar à equipe titular, pois treinou normalmente e não sentiu mais dores no tornozelo. Também está de volta Massimo Ambrosini, mas ele ficará como opção no banco de reservas. Gattuso, suspenso, cede o lugar para Vogel.

No Bayern, Zé Roberto deve começar como titular ao lado de Sebastien Deisler. O iraniano Ali Karimi desfalca o time, pois sofreu uma lesão no tornozelo na partida contra o Hamburg. Lizarazu, com dores musculares, e Guerrero, gripado, ficarão mesmo assim no banco.

Liverpool x Benfica
(22:00, ESPN Internacional, VT)

A principal dúvida de Rafa Benítez está na recuperação de Sami Hyypia. O defensor se recupera de uma lesão muscular sofrida no último sábado contra o Charlton e depende de um teste físico na quarta para saber se terá condições de entrar em campo. O treinador confia no poder ofensivo da equipe para chegar à classificação. “Acho que temos condições de marcar contra o Benfica. Os atacantes precisam às vezes de momentos de sorte ou de um bom momento”, disse.

Apesar da condição de zebra, Ronald Koeman crê ter condições em manter a magra vantagem obtida em Lisboa. “Em Liverpool será mais complicado, mas às vezes jogamos melhor contra estes grandes nomes do que contra equipes mais fracas. Quero que meu time jogue um bom futebol, e isso não significa necessariamente se defender”, declarou. A única alteração deve ser a entrada de Fabrizio Miccoli no lugar de Geovanni.

Lyon x PSV
(16:45, ESPN Brasil)

Gérard Houllier não tem motivos para se preocupar. O treinador terá à disposição Mahmadou Diarra, que não participou da partida contra o Ajaccio no fim de semana devido a dores nas costas, recuperou-se e está apto a enfrentar o PSV. Da mesma forma, John Carew está confirmado entre os titulares, depois de sentir algumas dores na panturrilha. Tiago, que desfalcou a equipe nos últimos dias, estará presente no meio-campo, pois deixou de sentir dores no tornozelo.

A situação no PSV não é das melhores. Guus Hiddink está com duas dúvidas. No ataque, Vennegoor of Hesselink sofreu uma lesão no joelho contra o Heerenveen, no sábado, e não sabe se poderá entrar em campo. Do lado direito da zaga, Michael Lamey também está com a escalação pendente, pois ele sente dores na panturrilha. Por outro lado, Michael Reiziger deverá jogar, mesmo sentindo uma leve lesão na mão.


Os comentários estão desativados.