Wayde van Niekerk viveu um domingo histórico no Engenhão. O velocista sul-africano conquistou a medalha de ouro nos 400 metros rasos de maneira irretocável: bateu dois ex-campeões olímpicos e quebrou o recorde mundial da prova, vigente desde 1999, com o lendário Michael Johnson. Sua façanha rendeu até mesmo o espanto e as reverências de Usain Bolt, que fez questão de paralisar suas entrevistas para felicitar o novo campeão. O dia de alegria completa do recordista, porém, não se conteve no Rio de Janeiro. Ele começou horas antes, no Estádio Emirates.

VEJA TAMBÉM: Como um jogo do United quase privou o mundo de Usain Bolt

Van Niekerk é torcedor fanático do Liverpool. Em suas redes sociais, o nome do clube aparece inclusive na bio do sul-africano, enquanto várias são as suas mensagens comentando os resultados dos Reds. E mesmo nas horas de expectativa antes de sua prova, o atleta resolveu “relaxar” assistindo ao duelo com o Arsenal, pela primeira rodada da Premier League. Apesar do placar movimentado, o sul-africano comemorou o triunfo por 4 a 3.

“Eu assisti ao jogo do Liverpool antes, estava perdendo a cabeça porque foi muito apertado. Nós conquistamos a vitória. Meu irmão é torcedor do Arsenal. Agora eu tenho o recorde mundial e o Liverpool derrotou o Arsenal”, declarou o atleta, após a sua conquista. Já o clube aproveitou a ocasião e parabenizou seu torcedor ilustre através do twitter.

Em setembro de 2014, Van Niekerk declarou em entrevista ao site da IAAF (a federação internacional de atletismo) que bater uma bola e jogar games de futebol estavam entre seus principais passatempos. Além disso, também frisou: “Eu sou um grande torcedor do Liverpool”. No próximo encontro com Bolt, talvez o assunto não seja exatamente os ouros, mas a rivalidade entre os amigos que acaba se desdobrando em campo, diante de um doente pelo Manchester United.