Uma atração e tanto vai dominar as atenções do/a fanático/a da bola a partir desta sexta-feira (14). Depois de exatos 30 anos, a Copa América volta ao Brasil, e desta vez em grande estilo. Se em 1989 a competição contou com cracaços do naipe de Romário, Maradona e Francescoli, desta vez o rol de grandes nomes não deixa a desejar àqueles tempos (talvez só deixe para os saudosistas demais, é verdade). Afinal, mesmo com a ausência do lesionado Neymar, não é todo dia que astros como Lionel Messi, Luis Suárez, Falcao Garcia e tantos outros desfilam sua capacidade pelos gramados nacionais.

A abertura da Copa América 2019 será no Morumbi, às 21h30 (de Brasília) desta sexta (14), com Brasil x Bolívia. E quem quiser aproveitar a competição para se familiarizar com o mundo das apostas online – uma atração que nem era sonhada em 1989, convenhamos – tem uma chance e tanto de escavar um mundo de lucros com o torneio continental. Na vitória absoluta do Brasil nesta sexta-feira, nem tanto, é verdade. De acordo com o site especializado em apostas OddsShark.com, o triunfo da equipe de Tite rende meros R$ 1,06 a cada R$ 1,00 apostado e é a grande barbada desta rodada de abertura. Os demais odds da partida são puramente ilustrativos, pois não dá para imaginar a Bolívia batendo o Brasil numa estreia de competição oficial. Quem pensar diferente pode faturar nada menos que R$ 31,00/R$ 1,00, em caso de vitória boliviana, ou R$ 10,5 se a partida do Morumbi terminar com uma espantosa igualdade no placar.

O grande jogo desta rodada de abertura da Copa América tem tudo para ser entre a Argentina e a Colômbia, que se enfrentam na Fonte Nova às 19h (de Brasília) deste sábado (15). A Argentina vem forte e com um ataque para seleção nenhuma no mundo botar defeito, com Lo Celso, Messi, Agüero e Di María. É a versão azul e branca do “quadrado mágico” – só resta saber se o tradicional caos externo desta vez não vai atrapalhar a campanha da seleção. Do outro lado, a Colômbia que tenta iniciar uma renovação ainda aposta em nomes estabelecidos como Falcao García, James Rodríguez e em velhos conhecidos dos argentinos como Cardona e Barríos, ambos ex-Boca Juniors e com muita sede para apagar, justamente diante deles, as suas desastrosas saídas do clube de maior torcida do país.

E o que dizem os odds? O favoritismo é todo argentino, ainda segundo o OddsShark.com. A vitória de Messi e companhia paga interessantes R$ 2,25 a cada R$ 1,00 apostado, contra R$ 3,10 do empate e R$ 3,45 do triunfo colombiano.

Daí em diante, vale observar os retornos das prováveis vitórias de Chile e Uruguai nesta primeira rodada, devolvendo R$ 1,42 e R$ 1,83/R$ 1,00, respectivamente, sobre Equador e Japão.

Como os mais familiarizados já sabem, há muitas formas de apostar em competições como a Copa América. Uma das maneiras já disponíveis é cravar quem será campeão – os outrights. O anfitrião Brasil puxa a fila dos lucros, pagando R$ 2,25/R$ 1,00. As demais candidatas vêm longe: Argentina (R$ 4,50), Uruguai (R$ 8,00) e Colômbia (R$ 9,00) fecham a lista das eventuais semifinalistas.

Outra maneira de se obter um dinheiro – desta vez mais reduzido – é cravar as seleções que vão terminar na liderança de seus grupos. São, ao todo, três chaves com quatro países cada uma delas. E o Brasil também é a barbada da vez, até por integrar um grupo dos mais fracos, ao lado de Bolívia, Venezuela e Peru. Quem prever que o time de Tite vai passar em primeiro tem à disposição um retorno de R$ 1,14 a cada R$ 1,00. A Argentina vem depois, com R$ 1,51, contra R$ 2,50 da Colômbia, integrante da sua chave, e R$ 1,90 do Uruguai, que tem como principal adversário o Chile, que devolve R$ 2,10/R$ 1,00.

Uma grande atração será também a briga pela artilharia – que, afinal, conta com ótimos nomes e cotações que estão entre as mais altas à disposição. A aparição de Lionel Messi no topo desta lista, por exemplo, devolve R$ 4,00 a cada R$ 1,00. Outro argentino de destaque é Agüero, que paga R$ 8,00 – mesmo valor dos uruguaios Cavani e Suárez. Os brasileiros com maior probabilidade são Gabriel Jesus, Roberto Firmino e Richarlison, que entregam, respectivamente, R$ 7,00, R$ 11,00 e R$ 15,00.

Os odds da 1ª rodada da Copa América 2019:

14/06 – 21h30 – Brasil (R$ 1,06) x (R$ 31,00) Bolívia; empate (R$ 10,50)
15/06 – 16h00 – Venezuela (R$ 3,10) x (R$ 2,45) Peru; empate (R$ 2,95)
15/06 – 19h00 – Argentina (R$ 2,25) x (R$ 3,45) Colômbia; empate (R$ 3,10)
16/06 – 16h00 – Paraguai (R$ 1,69) x (R$ 5,50) Catar; empate (R$ 3,45)
16/06 – 19h00 – Uruguai (R$ 1,80) x (R$ 5,25) Equador; empate (R$ 3,20)
17/06 – 20h00 – Japão (R$ 8,00) x (R$ 1,42) Chile; empate (R$ 3,45)

Para ser campeão:

Brasil – R$ 2,25
Argentina – R$ 4,50
Uruguai – R$ 8,00
Colômbia – R$ 9,00
Chile – R$ 11,00
Peru – R$ 21,00
Paraguai – R$ 26,00
Equador – R$ 34,00

Líder do grupo:

Brasil – R$ 1,14
Argentina – R$ 1,51
Uruguai – R$ 1,90
Colômbia – R$ 2,50
Chile – R$ 2,10
Equador – R$ 8,00

Artilheiro:

Messi – R$ 4,00
Gabriel Jesus – R$ 7,00
Cavani – R$ 8,00
Suárez – R$ 8,00
Agüero – R$ 8,00
Firmino – R$ 11,00
Richarlison – R$ 15,00
Vargas – R$ 17,00
Guerrero – R$ 17,00
Falcao – R$ 17,00
Aléxis Sánchez – R$ 19,00
Dybala – R$ 21,00

Confira outros odds do futebol brasileiro e internacional na Trivela.