O técnico da seleção da Holanda, Dick Advocaat, anunciou a convocação de Robin van Persie para os jogos contra França e Bulgária, pelas Eliminatórias da Copa. O atacante do Fenerbahçe, ex-Arsenal e Manchester United, estava há quase dois anos sem jogar pela Holanda, mas o técnico confia que o jogador, que não vive grande fase no clube, pode ajudar a Oranje em momento crucial em busca de uma vaga na Copa do Mundo da Rússia.

LEIA TAMBÉM: A seleção uruguaia produziu um fantástico comercial exaltando o clássico com a Argentina

Com 101 jogos pela Holanda e 50 gols, Van Persie é o maior artilheiro da seleção Holandesa. Aos 34 anos, chega para tentar resolver o problema no ataque do time, que vem mal. “Eu ainda acho que ele é um dos melhores atacantes que temos”, afirmou Advocaat. “Ele pode dar uma contribuição muito importante para a seleção holandesa”. E isso mesmo que ele não viva grande fase pelo seu clube, o Fenerbahce. Nesta temporada, são quatro jogos, nenhum gol.

Além de Van Persie, estão no elenco o atacante Vincent Janssen, que vem sendo reserva no Tottenham, e Memphis Depay, que se recuperou no Lyon, para o qual se transferiu em janeiro deste ano. E a situação é crítica, por isso, os gols de Van Persie precisam sair para que a Holanda tenha chances de ir à Copa. Ainda mais depois do vexame que foi ficar fora da Eurocopa de 2016, a primeira com 24 seleções.

Depois de seis jogos, a Holanda é apenas a terceira colocada do Grupo A, três pontos atrás da Suécia, líder da chave com a mesma pontuação da França, mas com vantagem no saldo de gols. Só o primeiro colocado vai à Copa do Mundo. O segundo ainda tem uma chance pela repescagem. Os jogos prometem ser duros, inclusive porque o duelo com a França é fora de casa. Contra a Bulgária, o time não pode perder pontos.

Além de Van Persie, o técnico Advocaat também chamou os veteranos Arjen Robben e Wesley Sneijder, todos presentes nas duas últimas Copas do Mundo. Em 2010, os holandeses perderam a final na prorrogação para a Espanha; em 2014, no Brasil, foi até a semifinal, mas acabou eliminada pela Argentina nos pênaltis. Na disputa pelo terceiro lugar, venceu facilmente o Brasil por 3 a 0.

O jogo contra a França é no dia 31 de agosto no Stade de France, um dia que é também o fechamento do mercado de transferências. Isso pode atrapalhar um ou outro jogador, mas o fato de Advocaat ter convocado jogadores experientes e que não devem mais mudar de clube deve ajudar nisso. Depois, a Holanda enfrenta a Bulgária no dia 3 de setembro.

Veja a lista de convocados da Holanda:

Goleiros: Jasper Cillessen (Barcelona-ESP), Maarten Stekelenburg (Everton-ING), Jeroen Zoet (PSV);

Defensores: Nathan Ake (Bournemouth-ING), Daley Blind (Manchester United-ING), Wesley Hoedt (Southampton-ING), Matthijs de Ligt (Ajax), Karim Rekik (Hertha Berlim-ALE), Kenny Tete (Lyon-FRA), Joel Veltman (Ajax), Stefan de Vrij (Lazio-ITA);

Meio-campistas: Donny van de Beek (Ajax), Marco van Ginkel (PSV), Tonny Vilhena (Feyenoord), Davy Proepper (Brighton-ING), Wesley Sneijder (Nice-FRA), Kevin Strootman (Roma-ITA), Georginio Wijnaldum (Liverpool-ING);

Atacantes: Memphis Depay (Lyon-FRA), Bas Dost (Sporting-POR), Vincent Janssen (Tottenham-ING), Robin van Persie (Fenerbahce-TUR), Quincy Promes (Spartak Moscou-RUS), Arjen Robben (Bayern de Munique-ALE)