O Benfica passará por uma renovação ampla nos próximos meses. A temporada decepcionante dos encarnados, especialmente pelo fraco final, se combina com o retorno de Jorge Jesus. E a passagem do treinador pelo Brasil parece fazer efeito para que os benfiquistas voltem mais os seus olhos aos atletas do país. Neste sábado, o clube confirmou a transferência de dois novos jogadores: o lateral Gilberto, que estava no Fluminense, e o goleiro Helton Leite, que passou pelo Botafogo antes de atuar nos dois últimos anos pelo Boavista local. Além deles, o meia Pedrinho se juntou ao elenco.

Aos 27 anos, Gilberto possui uma carreira bastante rodada. Formado pelo Botafogo, passou por Internacional e Vasco. Além disso, chegou a tentar sua sorte na Itália, mas sem emplacar por Fiorentina, Verona ou Latina. A passagem pelo Fluminense foi a mais consistente de sua carreira. O destaque no Campeonato Carioca, com direito a gol sobre o Flamengo na decisão do turno, valeu para que clubes europeus sondassem seus serviços. O Eintracht Frankfurt seria outro interessado, além do Benfica. Pedido por Jorge Jesus, os encarnados se deram melhor. O negócio é avaliado em €3 milhões.

Jorge Jesus, aliás, encheu a bola de Gilberto em sua primeira entrevista como novo técnico do Benfica: “O Gilberto foi um jogador que eu tentei, antes de vir para o Benfica, contratar para o Flamengo, mas não consegui. Agora houve a possibilidade de o contratar para o Benfica. O que é que esse jogador traz? É tecnicamente evoluído, à primeira ideia não é um jogador com uma qualidade técnica muito superior, mas é um jogador muito competitivo, tem uma duração no jogo de noventa minutos, sempre muito forte. Ser bom ofensivamente é uma das suas melhores características, é um jogador que faz gol. Ainda tem alguns defeitos, por isso é que sou o treinador dele para o melhorar”.

Helton Leite, por sua vez, atuou por diversos clubes brasileiros até ganhar um pouco mais de destaque. Filho de João Leite, lendário arqueiro do Atlético Mineiro, o jovem teve um pouco mais de chances por Ipatinga e Criciúma na Série B. Chegou ao Botafogo em 2014 e se manteve como reserva de Jefferson e Gatito, com aparições esporádicas. O Boavista é que realmente garantiu uma boa sequência nas duas últimas temporadas, pelo Campeonato Português. Aos 29 anos, porém, deverá ser reserva de Odisseas Vlachodimos.

O Benfica ainda apresentou o meia Pedrinho, apresentado ao lado de Helton Leite, em evento no qual também apareceu o antigo ídolo Luisão – agora ocupando o cargo de diretor técnico. O ex-corintiano foi uma aposta alta do clube, anterior à chegada de Jorge Jesus, e custou €20 milhões. “Estou ansioso por trabalhar com Jorge Jesus, com certeza. Todos nós, brasileiros, sabemos o grande trabalho que ele fez [no Flamengo]. Grandes jogadores evoluíram bastante com ele, e eu quero isso também, poder trabalhar com ele e evoluir. Tenho a certeza de que dará muito certo, porque ele é um grande treinador numa grande equipe”, declarou o meia.

Mesmo assim, o principal brasileiro a desembarcar no Estádio da Luz tende a ser Everton Cebolinha. O ponta é o principal alvo da diretoria encarnada e, nesta semana, falou em tom de despedida após o Gre-Nal. Segundo o próprio jogador, restam apenas detalhes para fechar a transferência. Sem dúvidas, é quem mais tem condições de vir como protagonista e elevar o nível competitivo da equipe.

Jesus analisou: “É verdade que telefonei ao Everton Cebolinha pelo fato de ser um dos alvos importantes para o Benfica. É um jogador que, não só pela qualidade que tem, é titular na seleção do Brasil, e isso é logo uma marca que não deixa muitas dúvidas. Disse-lhe que é um grande clube e que tem um projeto não só nacional, mas também europeu. Fiquei ainda mais satisfeito com a atitude dele, foi ter com o seu treinador e disse que queria jogar aquela final [do estadual]. Eu, como treinador, queria era que ele jogasse para estar mais competitivo. Acreditamos que com todo o talento que tem, o Cebolinha vai conseguir valorizar-se muito”.

E seguem as expectativas sobre um acerto com Edinson Cavani. De saída do Paris Saint-Germain, o uruguaio é o principal alvo dos benfiquistas neste mercado. “Cavani não precisa que Jorge Jesus ligue para ele. É um jogador que deve ter várias possibilidades de mercado e estará a pensar na melhor opção para ele. Quando cheguei ao Benfica já se falava do Cavani. Se me perguntar se quero o Cavani, claro que quero! Quem é que não quer o Cavani?”, disse Jorge Jesus. “Sabemos que financeiramente não é fácil. Tem de haver uma engenharia financeira. Cavani já estava a ser conversado antes de eu chegar ao Benfica. O presidente está a fazer tudo para que isso possa acontecer, mas ele também tem a noção da realidade”.

Além dos novos contratados, o Benfica contava com outros quatro brasileiros em seu elenco durante a última temporada. Desde 2011 no clube, o zagueiro Jardel é um dos capitães, mas não apareceu com tanta frequência na última temporada. O meio-campo conta com Gabriel, trazido do Leganés e titular, apesar dos problemas médicos nos meses mais recentes. Já o destaque foi o atacante Carlos Vinícius, contratado junto ao Napoli, que logo se transformou em referência ofensiva. Foram 24 gols e 13 assistências somando as diferentes competições. Por fim, o atacante Dyego Sousa está emprestado do futebol chinês e foi reserva no último semestre.

Jorge Jesus, em sua entrevista, declarou que cerca de dez jogadores devem chegar ao Benfica. Afirmou que não pediu ninguém do Flamengo à presidência: “Se me perguntar onde é que eu coloco a equipe do Flamengo em termos de valor, na América Latina e no Brasil é a melhor de todas, e no mundo está entre as três, quatro melhores. Tanto é assim que fomos a uma final do Mundial e perdemos com o Liverpool na prorrogação, onde não vi diferença nenhuma, com o senão de termos mais 40 jogos do que eles. Quer dizer que o Flamengo tem grandes jogadores, mas sou grato às pessoas que me amam e me amaram. O Flamengo e aqueles jogadores estão no meu coração. Não foi fácil quando saí e vim para o Benfica, e eu não quero mexer mais em assuntos ligados ao clube. Não pedi nenhum jogador do Flamengo ao nosso presidente.”