O Barcelona nem precisou entrar com sua força máxima para conseguir vencer o Al-Sadd com tranquilidade por 4 a 0. O lateral brasileiro Adriano marcou duas vezes no primeiro tempo e Maxwell marcou no segundo.

Dos 11 que começaram a partida pelo Barcelona, apenas cinco foram titulares no jogo contra o Real Madrid, no sábado. Daniel Alves, Gerard Piqué, Cesc Fàbregas, Xavi Hernández e Alexis Sánchez ficaram no banco.

Durante todo o primeiro tempo, o Barcelona exerceu o seu modo de jogo, a intensa posse de bola, e o Al-Sadd formou uma linha de cinco defensores atrás para marcar. Recuado e afundado dentro do próprio campo, o Al-Sadd via os blaugranas trocarem passes intensamente.

O primeiro gol saiu de um erro defensivo bizarro. Em um cruzamento de Pedro da esquerda, Nadir Belhadj recuou para o goleiro, dentro da pequena área, que ficou sem saber o que fazer e chutou em cima de Adriano, que foi para cima dele. A bola bateu no joelho do lateral brasileiro e entrou.

A bola chegou a balançar a rede novamente aos 33 minutos. David Villa pegou rebote de chute d efora da área de Iniesta e tocou para a rede, mas estava impedido. Logo depois, o camisa 7 saiu de campo, depois de uma dividida com Abdulla Koni. O Barcelona confirmou que o atacante sofreu uma lesão na tíbia, o que pode afastá-lo por quatro a seis meses do gramado, ameaçando a participação do atacante na Eurocopa de 2012.

A troca de passes era intensa no ataque e Thiago Alcántara tocou para Adriano, dentro da área, bater de esquerda. O goleiro Mohamed  Saqr ainda tocou nela, mas a bola entrou: 2 a 0 Barcelona.

No segundo tempo, veio o terceiro gol. Em um passe preciso de Messi, Keita, na cara do gol, teve categoria para só desviar: 3 a 0, aos 19 minutos. O jogo era tranquilo para o Barcelona.

Aos 36, Thiago fez o passe para o lateral Maxwell, na esquerda, chutar e o goleiro Mohamed Saqr aceitar. Barcelona 4 a 0.

Barcelona e Santos se enfrentam pelo título mundial em Yokohama no domingo, novamente às 8h30.

FICHA TÉCNICA

Al-Sadd 0x4 Barcelona

Local: Estádio Internacional de Yokohama, em Yokohama(JAP)
Data: 15/dez, quinta-feira
Árbitro: Joel Aguilar (SLV)
Gols: Adriano aos 25’/1T e aos 43’/1T, Seydou Keita aos 19’/2T, Maxwell aos 36’/2T (Barcelona)
Cartões Amarelos: Kasola Mohammed, Ibrahim Abdulmajed (Al-Sadd)

Al-Sadd
Mohamed Saqr, Ibrahim Abdulmajed, Lee Jung-Soo, Abdulla Koni e Nadir Belhadj; Wesam Abdulmajid, Kasola Mohammed, Talal Albloushi (Mohammed Al Yazidi aos 20’/2T) e Al Khalfan; Kader Keita (Hasan Al Hayados aos 40’/2T) e Mamadou Niang (Yusef Ali aos 32’/2T). Técnico: Jorge Fossati

Barcelona
Víctor Valdés; Adriano, Carles Puyol, Javier Mascherano e Eric Abidal (Maxwell aos 21’/2T); Seydou Keita, Thiago Alcántara e Andrés Iniesta; Lionel Messi, Pedro Rodríguez e David Villa (Alexis Sánchez aos 39’/1T e Isaac Cuenca aos 26’/2T)). Técnico: Pep Guardiola