O Shakhtar Donetsk avançou à semifinal da Liga Europa com uma grande atuação diante do Basel, nas quartas de final, no torneio realizado na Alemanha. A vitória por 4 a 1 veio com tranquilidade, com uma grande atuação dos brasileiros. Os quatro gols da equipe ucraniana foram marcados por brasileiros: Junior Moraes (brasileiro, embora naturalizado ucraniano), Taison, Alan Patrick e Dodô.

Taison e Marlos foram dos melhores em campo. Perigosos, atuando pelos lados do campo, criaram muitas chances para o Shakhtar. Além deles, Júnior Moraes e Alan Patrick também jogaram bem, assim como Dodô, lateral direito que veio do Coritiba e que tem apenas 21 anos. No meio-campo, destaque também para Marcos Antônio, meio-campista que foi muito bem como meia central, recuando como volante. O jogador, que saiu ainda na base do Athletico Paranaense, , foi para o Estoril em 2018 e em 2019 foi para o Shakhtar.

Logo a um minuto de jogo, em um escanteio, Marlos colocou no meio da área, o goleiro saiu mal e Júnior Moraes chegou testando firme para o fundo do gol: 1 a 0. Com isso, o panorama do jogo já mudou. O Basel teve uma boa chance aos 12 minutos. Na ponta esquerda, Pululu fez uma grande jogada e acabou finalizando para fora.

Só que o Shakhtar chegou ao segundo gol rapidamente. Taison aproveitou uma saída errada, tocou de cabeça para Junior Moraes, que avançou pela esquerda, cruzou, a bola sobrou para o lado direito, Marlos recebeu e tocou para o meio, com um corta-luz de Alan Patrick que marcou a defesa, a bola sobrou para Taison, que bateu. A bola ainda desviou e complicou a vida do goleiro Dorde Nikolic: 2 a 0.

O segundo tempo teve um ritmo mais tranquilo, mas o Shakhtar se manteve mais no ataque. O placar confortável de 2 a 0, o time manteve um ritmo mais lento no jogo. Ainda assim, o time ucraniano conseguiu manter a concentração para seguir melhor e, da metade para o fim do jogo, transformou a vitória em goleada.

Aos 29 minutos, o Shakhtar chegou com perigo ao ataque e Taison foi derrubado na área, em uma arrancada. O árbitro Michael Oliver marcou pênalti com convicção. Alan Patrick foi para a cobrança e foi firme: forte, no alto e sem defesa: 3 a 0 para o Shakhtar Donetsk e, àquele momento, vitória garantida.

Só que viria mais um gol. Aos 43 minutos, o lateral brasileiro Dodô, que fez ótima partida, começou a jogada, tocou para Tetê, que avançou e tocou de volta para o lateral, que passou voando. Com um chute cruzado, ele marcou mais um: 4 a 0.

No final, o Basel ainda descontou com um substituto. O holandês Van Wolfswinkel diminuiu o placar para 4 a 1, dando números finais ao jogo. Era tarde para qualquer outra coisa que não fosse o chamado gol de honra.

O Shakhtar avança para a semifinal, onde enfrentará a Internazionale em um dos confrontos, na segunda-feira, em Düsseldorf. O Sevilla, vencedor da outra partida das quartas de final contra o Wolverhampton, jogará contra o Manchester United, no domingo, 16, em Colônia.