O Besiktas não poderá disputar as competições europeias pelo próximo ano. As Kara Kartallar não apresentaram as garantias financeiras necessárias à Uefa e estão fora da Liga Europa 2011/12, para a qual tinham conseguido assegurar a classificação. Além do clube de Istambul, o Bursaspor também foi banido, deixando as vagas na LE com Istanbul B. B. e Eskisehirspor.

Presidente do clube turco, Fikret Oman demonstrou sua frustração diante da decisão: “Estou perturbado com esta decisão, estou em choque. Nós tínhamos prometido livrar o clube dos problemas econômicos”.

O Besiktas não cumpriu os regulamentos do Fair Play Financeiro durante o segundo e o terceiro trimestre de 2011, deixando de pagar os salários de seus jogadores. O comitê governamental da confederação havia decidido inicialmente não punir o clube em sua última reunião, realizada há 25 dias.

Segundo Oman, o clube ainda deverá recorrer da punição no Tribunal Arbitral do Esporte (TAS). O presidente foi eleito no último mês, tendo o modelo econômico mais sustentável entre suas principais plataformas. As dívidas do clube são estimadas em 200 milhões de euros.