Com muito empenho, o Bremen esteve a ponto de derrotar o Bayern, mas já voltou com um valoroso empate de Munique

O Werder Bremen tem elenco para não passar o sufoco da última temporada na Bundesliga, quando flertou seriamente com o rebaixamento. Falta mais regularidade ao time de Florian Kohfeldt, que por vezes protagoniza grandes atuações. Uma delas aconteceu neste sábado, na visita ao Bayern de Munique. Os Verdes travaram o ataque bávaro durante a maior parte do tempo e levaram muito perigo nos contragolpes, com Neuer colecionando defesaças. O empate por 1 a 1 pode não ser o melhor dos resultados, mas premiou uma apresentação muito empenhada do Bremen, que interrompeu uma sequência de 23 derrotas contra o Bayern.

O Bayern de Munique entrou com novidades em sua escalação titular, especialmente ao contar com a presença do garoto Jamal Musiala na armação e também o apoio de Douglas Costa pela ponta. Apesar da posse de bola durante os primeiros minutos, os bávaros eram brecados pelo bem montado sistema defensivo do Werder Bremen, que colocava todo o time atrás da linha da bola. Robert Lewandowski mal era acionado, enquanto o goleiro Jiri Pavlenka não sofria grandes sustos em sua meta.

O Werder Bremen também não demoraria a encontrar seus espaços para atacar. Aos 16, o gol não saiu por causa de Manuel Neuer. O goleiro realizou uma defesa incrível para repelir com o pé o arremate de Josh Sargent e foi ainda melhor ao evitar que Ludwig Augustinsson anotasse no rebote, buscando o chute rasteiro. O Bayern não acertava sua proteção no meio-campo e ainda perdeu Lucas Hernández, lesionado, dando lugar a Leon Goretzka – Javi Martínez foi recuado à defesa. Pouco depois, outro aviso dos Verdes, com Leonardo Bittencourt acertando a parte de fora da rede ao finalizar sozinho.

O primeiro tempo veria um Bayern sem muitas ideias para quebrar a retranca do Werder Bremen. As linhas defensivas dos visitantes eram muito sólidas, concedendo pouquíssimos espaços. Por mais que Musiala tentasse algo a mais, a zaga estava sempre atenta para afastar. E o gol que premiou a excelente atuação do Bremen na primeira etapa saiu nos acréscimos. A partir de uma cobrança de lateral, Sargent escapou da marcação de Javi Martínez e cruzou para trás. Maximilian Eggestein chegou batendo de primeira e conseguiu tirar do alcance de Neuer.

Na volta ao segundo tempo, o Bayern tentou intensificar a pressão e abrir a defesa do Werder Bremen. Parecia mais próximo de romper o ferrolho, mas ainda tomava sufoco nos contragolpes puxados por Milot Rashica. Entretanto, o empate não demoraria. Douglas Costa acertou o travessão num chute prensado de fora da área e Lewa desperdiçou uma chance que não costuma. Já aos 17, Coman balançaria as redes. Goretzka fez o cruzamento alto rumo ao segundo pau e, diante da indecisão de Pavlenka, o ponta completou de cabeça.

Logo depois, Hansi Flick acionou seu banco. Entraram Serge Gnabry, Leroy Sané e Eric Maxim Choupo-Moting. Mas não que o Bayern tenha aproveitado seu momento para garantir a virada. Pelo contrário, o ritmo do time voltou a cair, num controle estéril. Só depois dos 35 é que os bávaros voltariam a assustar, mas também se abririam aos contra-ataques do Bremen. A partida seguia totalmente indefinida, com a vitória podendo pender aos dois lados.

Primeiro, o Bayern ameaçou numa cabeçada de Lewandowski para fora. Sargent causaria um alvoroço do outro lado, até ser travado no momento exato do chute por Goretzka. Quando a virada caiu nos pés de Choupo-Moting, após passe de Sané, o camaronês mandou por cima do travessão mesmo finalizando na pequena área. E o lamento de Sargent seria ainda maior pouco depois, ao invadir a área livre e mirar o canto, mas parar em outra defesa monumental de Neuer. Seria o último suspiro na noite que se encerraria mesmo com a igualdade em Munique.

O Bayern chega aos 19 pontos, ainda líder da Bundesliga. No entanto, pode ser igualado pelo RB Leipzig na sequência da rodada. Já o Werder Bremen faz uma campanha de meio de tabela, com 11 pontos. Os Verdes só perderam uma vez, mas empataram cinco de seus oito compromissos até o momento – curiosamente, todos por 1 a 1.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore