O jogo do Tottenham na Copa da Liga foi cancelado, depois do adversário, o Leyton Orient, ter a maioria dos seus jogadores com testes positivos para COVID-19, doença causada pelo coronavírus. Ainda não há decisão sobre o que será feito, mas é possível que os Spurs ganhem a classificação direta, sem nem entrar em campo.

O Leyton Orient fechou o seu estádio e seu centro de treinamento indefinidamente depois do alto número de testes positivos no elenco. Segundo informado pelo Guardian, embora o número não seja confirmado, há mais de 10 jogadores positivos para COVID-19. Por isso, a partida planejada para esta terça-feira pela Copa da Liga acaba cancelada.

Segundo as regras da Copa da Liga indicam que o Tottenham deve ser declarado vencedor. A regra foi pensada justamente para casos como o que está acontecendo, em uma temporada que isso era até esperado. O Leyton Orient, porém, acha que o time tem que ter a chance de remarcar o jogo.

“As discussões estão acontecendo entre as partes interessadas relevantes em relação às implicações da decisão de não jogar a partida desta noite e atualizações serão feitas quando for o caso”, diz comunicado da EFL. “Leyton Orient, a EFL e as autoridades relevantes estão conduzindo uma revisão profunda nos procedimentos de segurança da COVID-19, com vistas a reabrir o estádio e centro de treinamento o mais rápido possível”.

O mais curioso é que a EFL não tem um procedimento de testagem obrigatória dos jogadores, como acontece na Premier League. Foi o Tottenham quem pagou para que todos os jogadores, depois do empate por 2 a 2 do Leyton Orient com o Mansfield. Com a maioria dos seus jogadores infectados, se abrem questionamentos em relação à segurança sanitária da League Two, onde o clube joga. Sem testes obrigatórios, as medidas de prevenção da quarta divisão é a de distanciamento social e medidas sanitárias nos dias de jogos.

A situação fará com que o Mansfield entre com uma reclamação na EFL pelo jogo ter acontecido. Isso porque o técnico do Leyton Orient, Ross Embleton, ter revelado na sua coletiva de imprensa que diversos jogadores estavam doentes antes do jogo. Alguns dos jogadores com sintomas que poderiam ser de COVID-19 foram afastados da partida e não entraram em campo contra o Mansfield. Esses jogadores, segundo o Guardian, estão entre os positivos do teste de COVID-19.

Há implicações para a League Two, claro, e por isso a EFL entrou em contato com Manfield, que jogou contra o Leyton Orient no fim de semana; Plymouth, que jogará na próxima semana; e Oldham, que jogará neste fim de semana. Com a agenda cheia, é provável que o Tottenham não queira jogar esta partida por isso. Ainda não se sabe se o valor que seria pago pela transmissão, de 125 mil libras da Sky, será pago ao Leyton Orient.