A parceria entre Nike e Roma foi uma das mais bem-sucedidas dos últimos anos em termos de produzir belas camisas com consistência. O relacionamento, no entanto, chega agora a um fim precipitado, mas não sem antes trazer uma última leva de lançamentos.

A nova camisa titular da Roma é inspirada em um modelo utilizado durante a conquista da Coppa Italia da temporada 1979/80, com um time que contava com Paolo Conti, Carlo Ancelotti e Di Bartolomei, entre outros. Na decisão daquele ano, vencida contra o Torino nos pênaltis, a equipe utilizou seu uniforme reserva, branco, mas contava com as listras horizontais, no topo do torso, que agora retornam, reimaginadas para a camisa número um.


Em 2013, Roma e Nike haviam firmado um acordo de dez anos, previsto para acabar ao término da temporada 2022/23. Por razões não reveladas, ambas as partes entraram em acordo para o encerramento precoce da parceria, garantindo, no entanto, um último ano, justamente a temporada 2020/21.

Ainda não há definição sobre qual será a próxima fornecedora de materiais esportivos da Roma. Sites especializados em camisas, como o Footy Headlines, apontam a Kappa, parceira anterior à Nike, como a mais provável no momento a assumir o posto, mas New Balance, Puma e Adidas também estariam no páreo.

A Nike se despede do Estádio Olímpico com um uniforme distinguível, seja para o bem ou para o mal. Alguns dos mais saudosistas podem gostar do aceno a uma conquista importante, mas dá para entender completamente quem se decepcionou, tendo em vista os excelentes modelos dos últimos anos. E você, o que achou?

Camisa titular da Roma para 2020/21 (Divulgação/Nike)