O Egito conseguiu a segunda vitória em dois jogos na Copa Africana de Nações. Jogando no estádio internacional de Cairo, os mandantes venceram a República Democrática do Congo por 2 a 0. Mohamed Salah marcou um dos gols, ambos ainda no primeiro tempo. Com isso, os donos da casa garantem vaga na próxima fase da competição, com seis pontos. Curiosamente, porém, o Congo fez um bom jogo, mas não conseguiu marcar o seu gol e entrar de vez no jogo. Esteve sempre longe da vitória.

Congo fica na trave, Egito marca dois

Aos 25 minutos do primeiro tempo, o Egito chegou ao gol depois de uma cobrança de escanteio. A bola pipocou na área e sobrou para o lateral Ahmed El-Mohamady, que finalizou para abrir o placar no Cairo.

No final do primeiro tempo, a torcida foi à loucura. Mohamed Salah não vinha conseguindo fazer muita coisa boa no torneio até aqui, fosse na estreia, seja neste segundo jogo. Só que Mahmoud Trezeguet criou a jogada e colocou nos pés de Salah na situação que ele mais gosta: em velocidade, diante de um marcador só. Ele balançou à frente da defesa e finalizou com a precisão que nos acostumados a ver no pé esquerdo do atacante e marcou: 2 a 0. Seu primeiro gol na atual edição da CAN.

O primeiro tempo não foi de domínio absoluto do Egito, porém. A República Democrática do Congo conseguiu chegar ao ataque perigosamente, inclusive acertando a trave duas vezes ao longo da primeira etapa. O time jogou bem, mas tinha dificuldade de finalizar.

Finalizações em profusão

O Egito fez um segundo tempo apenas razoável. O Congo teve suas chances para criar mais, chegar mais e errar mais também e isso pesou muito. Foram 19 chutes a gol no total dos congoleses, mas só três deles foram no gol. Na verdade, só uma chance real foi criada. Foram 27 cruzamentos, com apenas três certos.

Os congoleses levaram a campo Yannick Bolasie para fazer companhia a Cédric Bakambu no ataque, mas mesmo assim o time ficou devendo. O Egito, mesmo sem uma partida brilhante, teve suas chances. O Egito conseguiu ameaçar em um contra-ataque que Salah recebeu no mano a mano, mas não conseguiu superar o marcador.

Congo chega ao seu segundo jogo tendo ido melhor do que na estreia, quando perdeu de Uganda, mas é tarde demais. Como perdeu os dois jogos, o time está eliminado. Pode chegar no máximo a três pontos se vencer Zimbábue na rodada final, mas Uganda já chegou a quatro pontos e o Egito a seis. Há uma pequena chance para Zimbábue, caso Uganda perca do Egito.

Ficha técnica

Egito 2×0 República Democrática do Congo

Local: Cairo International Stadium, em Cairo
Árbitro: Victor Simões (África do Sul)
Gols: Ahmed El Mohamady aos 25’/1T, Mohamed Salah aos 43’/1T (Egito)
Cartões amarelos: Mohamed Elneny, Mahmoud Alaa Eldin, Ali Ghazal (Egito), Merveille Bokadi, Ngonda Muzinga (Congo)

Egito: Mohamed El-Shenawy; Ahmed El-Mohamady, Mahmoud Alaa Eldin, Ahmed Hegazi e Ayman Ashraf; Tarek Hamed e Mohamed Elneny; Mohamed Salah, Abdallah El-Said (Walid Soliman) e Mahmoud Trezeguet (Ali Ghazal); Marwan Mohsen (Ahmad Hassan). Técnico: Javier Aguirre

República Democrática do Congo: Ley Matampi; Djo Issama Mpeko, Christian Luyindama, Marcel Tisserand e Ngonda Muzinga; Wilfried Moke e Merveille Bokadi (Yannick Bolasie); Jonathan Bolingi, Trésor Mputu (Meschack Elia) e Jacques Maghoma; Cédric Bakambu. Técnico: Florent Ibenge