Havia altas expectativas para a partida que fechou o domingo da 20ª rodada do Campeonato Espanhol. Barcelona e Athletic costumam fazer bons jogos. Os catalães, com três empates nas últimas cinco rodadas de La Liga, tinham que provar que o gás continuava em dia. A goleada por 6 a 0 pode ser um indicativo disso, mas as circunstâncias em que o placar foi construído não nos permite chegar a uma conclusão.

LEIA MAIS: Simeone não se ilude com liderança: “É muito difícil competir com Barça e Real”

O Athletic conseguiu jogar cinco minutos contra o Barcelona e havia até levado bastante perigo em um passe errado de Piqué. Mas em um vacilo da sua própria defesa, Suárez roubou a bola e entrou na área. Iraizoz o derrubou, o árbitro marcou pênalti e expulsou o goleiro. Messi converteu, e a situação do Athletic era a seguinte: enfrentar o Barcelona, no Camp Nou, com 1 a 0 de desvantagem, um jogador a menos e sem o seu goleiro titular.

A partida se transformou completamente. Apenas o Barcelona jogava, e o Athletic segurava-se como podia. Até que aguentou bastante, aliás. Apenas aos 31 minutos o adversário marcou o segundo. Messi arrancou em um contra-ataque e abriu para Neymar pela esquerda. O brasileiro invadiu a área e tocou por cobertura, vencendo o reserva Iago Herrerín.

Com bastante espaço, o terceiro melhor jogador do mundo, de acordo com a Bola de Ouro, deitou e rolou. Dominou de letra, driblou os adversários, fez o seu gol e ainda deu duas assistências. Para o terceiro gol, em tabela com Suárez, e em uma linda jogada pela ponta esquerda, arrancando desde o meio-campo e rolando para trás para Rakitic completar.

Suárez ainda marcou mais duas vezes como o belo centroavante que é: dominou um lançamento e deu um toquinho na saída do goleiro e depois cabeceou um cruzamento de Busquets.

O lance capital da partida pode ser discutido. Iraizoz merecia ser expulso? Suárez cometeu falta antes de sofrer o pênalti? Mas, sem dúvida, ele mudou o panorama da partida e deu ao Barcelona a chance de fazer o que faz melhor: uma grande exibição de futebol.