O Barcelona ficou muito próximo de sofrer uma derrota surpreendente para o Villarreal, que ainda luta com unhas e dentes contra o rebaixamento, mas gols de Lionel Messi e Luis Suárez depois dos 45 minutos do segundo tempo garantiram o empate por 4 a 4 para o líder do Campeonato Espanhol.

O Barça abriu o placar bem rápido. Logo aos 12 minutos, Sergi Roberto lançou Malcom pela ponta direita. O ponta brasileiro invadiu a área e cruzou rasteiro para o compatriota Coutinho empurrar às redes. Pouco depois, Vidal cruzou para Malcom, na segunda trave, cabecear e fazer 2 a 0. O cenário era de vitória tranquila do Barcelona.

Acontece que, por mais que o Barcelona esteja prestes a conquistar o título espanhol com certa folga, tranquilidade não existe nesta temporada. Ainda antes do intervalo, Chuwueze descontou, pegando o rebote do próprio chute na trave. Toko Ekambi empatou, pouco depois do intervalo, e Iborra virou, tocando na saída de Ter Stegen.

À altura do terceiro gol do Villarreal, Ernesto Valverde já havia apelado colocando Messi em campo. Mas, em vez de empatar, o Barcelona levou mais um. Bacca foi lançado por Cazorla no contra-ataque, driblou Ter Stegen e fez 4 a 2 para os donos da casa.

Absolutamente imparável na temporada, Messi descontou mais uma cobrança de falta perfeita para descontar, já nos acréscimos, e Suárez emendou um chutaço de fora da área para arrancar maias um pontinho para o Barcelona, que manteve oito de vantagem para o Atlético de Madrid.

E fica o coração partido pelo Villarreal, que se aproximou muito de uma vitória que não estava nas contas e pode voltar à zona de rebaixamento se o Celta de Vigo vencer o Huesca, nesta quarta-feira.