Líder do Campeonato Italiano, ainda invicta, a Juventus teve 2 a 0 e 3 a 1 de vantagem contra o Parma, o que geralmente significa uma vitória para a Velha Senhora. No entanto, Gervinho marcou duas vezes e conseguiu arrancar para a sua equipe um incrível empate por 3 a 3.

LEIA MAIS: Rolou até grito de “olé”: A Atalanta eliminou a Juventus de forma incontestável na Copa da Itália

Foi a segunda vez nesta mesma semana que a Juventus levou três gols em uma mesma partida, depois da derrota para a Atalanta, pela Copa da Itália, na quarta-feira. Não deve ser coincidência que esta partida contra o Parma foi, segundo a Gazzetta dello Sport, a primeira vez desde 2011 que nenhum dos membros do trio BBC esteve relacionado – Barzagli, Bonucci e Chiellini. Contra a Atalanta, apenas Chiellini atuou e precisou sair, por lesão, aos 27 minutos.

De qualquer maneira, a Juventus fez o seu trabalho, no primeiro tempo, e abriu o placar com Cristiano Ronaldo. Daniele Rugani ampliou para 2 a 0. O Parma descontou com Antonino Barillà, pouco depois, mas nem deu tempo de comemorar porque, em dois minutos, Ronaldo voltou a marcar e fez 3 a 1.

De letra, e com um desvio, Gervinho devolveu a diferença no placar para apenas um gol, aos 29 minutos do segundo tempo. E, nos acréscimos, o marfinense entrou em contato com a bola na marca do pênalti. Perin ainda tentou a defesa, mas não foi capaz de impedir o incrível empata do Parma. Mas a Juventus ainda lidera a Serie A com 60 pontos, nove a mais que o segundo colocado Napoli.