Sete jogos, sete vitórias. O Bayern Munique vai nadando de braçada no Campeonato Alemão com um desempenho que, nos números, é excelente. Neste sábado, a equipe venceu o Hoffenheim por 2 a 0 na Allianz Arena com muita tranquilidade – ainda que a atuação do time não tenha sido das melhores.

Sem Robben, machucado, o técnico Jupp Heynckes colocou em campo o meia Toni Kroos centralizado e Thomas Müller assumiu o lado direito da linha de três jogadores do 4-2-3-1 do Bayern. As boas opções do time tornavam a situação difícil para o Hoffenheim, muito abaixo do Bayern tecnicamente. E foi assim que o time da casa dominou o jogo, sem precisar de uma atuação coletiva de destaque.

Aos 18 minutos, Ribéry fez o seu tipo de jogada clássica. Pela esquerda, o francês recebeu de M6uller, invadiu a área, puxou para a perna esquerda e bateu cruzado para abrir o placar. As chances eram todas do time da casa. Nem a saída de Müller, com um ferimento no rosto, diminuiu o poder de fogo dos bávaros, que estavam mais perto de ampliar do que os visitantes de empatarem.

No segundo tempo, o Bayern conseguiu um gol logo no início, o que facilitou o trabalho. Após jogada pela direita, a bola foi passada para Toni Kroos, livre no meio da área, como se fosse bater um pênalti. Ele furou. Mas a defesa do Hoffenheim contribuiu tanto que ele ainda teve tempo de passar a bola para Ribéry, mas à esquerda, que bateu para marcar 2 a 0.

O Hoffenheim até chegou a melhorar após na metade final do segundo tempo, mas foi suficiente apenas para chegar no ataque, não mais do que isso. E o Bayern seguia com o jogo como se fosse um treinamento. Levando a sério, mas sem ter que suar demais a camisa.

Sétima vitória do Bayern na Bundesliga em sete jogos, 21 pontos ganhos e cinco de vantagem contra o Eintracht Frankfurt, que tem 16 e ainda joga nesta rodada, podendo chegar a 19 pontos. O Borussia Dortmund, que ainda joga nesta rodada, tem 11 pontos e pode chegar a 14.

Schalke passa o carro no Wolfsburg e sobe para terceiro

Com uma atuação segura, o Schalke 04 passou tranquilamente pelo Wolfsburg, dos brasileiros Diego, Fagner, Josué e Naldo. O placar de 3 a 0 na Veltins Arena deu não só uma boa vitória aos Azuis Reais, como colocou o time na terceira posição da Bundesliga.

O primeiro gol do jogo veio aos 33 minutos, com Jefferson Farfán completando de cabeça um cruzamento da esquerda. No início da segunda etapa, veio o primeiro gol de Ibrahim Afellay em jogos oficiais, logo a um minuto, depois de puxar um contra-ataque rápido pelo lado esquerdo. Aos 13 minutos, o terceiro e derradeiro gol, com Roman Neustädter.

O Schalke 04 sobe para 14 pontos ganhos e atinge o terceiro lugar. Já o Wolfsburg está em uma preocupante 17º posição, na zona do rebaixamento, com apenas cinco pontos conquistados em sete partidas.