Ausente na fraca reestreia do Atlético de Madrid por La Liga, João Félix retornou ao time titular nesta quarta-feira. E o garoto teve papel decisivo para iniciar a goleada por 5 a 0 sobre o Osasuna no Estádio El Sadar. O português estava no lugar certo e na hora certa, balançando as redes nos dois primeiros tentos. O placar dilatado também dependeu da participação inspirada de Marcos Llorente a partir do banco de reservas, com um gol e duas assistências no final. Além deles, Renan Lodi foi outro a se destacar entre os rojiblancos. Foi a primeira vez desde novembro de 2017 que o Atleti venceu um jogo por cinco gols de diferença.

Diego Simeone preferiu não adiantar Marcos Llorente à linha de frente desta vez e o deixou no banco. Apostou na dupla formada por Diego Costa e João Félix, além de Ángel Correa na meia direita. O Atlético dominava as ações ofensivas, com a constante participação de Renan Lodi pela esquerda. Foi por ali que nasceu o primeiro gol, aos 26. O lateral brasileiro tocou para Saúl Ñíguez e a zaga afastou num primeiro momento, mas João Félix encheu o pé na sobra para estufar as redes. Os colchoneros alternaram momentos, mas ainda estiveram mais próximos do segundo antes do intervalo, em jogada de Lodi e Félix que Correa não aproveitou.

Somente na etapa complementar é que a goleada tomou forma. O Atlético anotou o segundo aos 11 minutos, em lance que se abriu graças a uma ótima enfiada de Correa. Diego Costa partiu em velocidade e não foi egoísta, rolando para João Félix cumprimentar com a meta escancarada. O Osasuna fazia pouquíssimo no ataque e Jan Oblak mal tinha sujado o uniforme. Quando os espaços se tornaram maiores, os colchoneros alargaram o marcador. Aproveitaram bem o gás dado pelos substitutos, com os três últimos gols anotados por jogadores que saíram no banco.

Marcos Llorente atuou no meio-campo, mas foi muito ativo mais à frente. O terceiro gol foi seu, aos 34, passando pelo meio de três um pouco na sorte e concluindo às redes. Três minutos depois, o iluminado Llorente deu um passe em profundidade para Álvaro Morata e o centroavante mandou para dentro, em lance só validado após a revisão do VAR. Por fim, a defesa do Osasuna saiu jogando errando e Yannick Ferreira-Carrasco bloqueou o lançamento. A sobra ficou com Llorente, que daria o passe para que o belga marcasse.

O Atlético de Madrid entra na zona de classificação à Champions League com o resultado. Chega aos 49 pontos, na quarta colocação, mas ainda esperando o resultado do Alavés x Real Sociedad desta quinta-feira para saber se será ultrapassado pelos bascos. No final de semana, os colchoneros têm tudo para consolidar a situação ao receberem o Valladolid no Metropolitano. Já o Osasuna é o 11° colocado, numa posição confortável para garantir sua permanência na primeira divisão.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore