Com direito a um domínio soberbo no primeiro gol, Angeliño viveu noite de artilheiro contra o Basaksehir

Após a histórica campanha até as semifinais em 2019/20, o RB Leipzig retornou à Champions League com uma partida tranquila. Em grupo no qual precisará medir forças com Manchester United e Paris Saint-Germain, o time de Julian Nagelsmann deveria somar seus primeiros pontos na Red Bull Arena contra o Istambul Basaksehir. E assim se cumpriu, sem maiores problemas: durante os primeiros minutos, os Touros Vermelhos até esboçaram uma goleada, mas os 2 a 0 foram suficientes aos três pontos. Angeliño viveu uma noite de artilheiro e anotou os dois gols dos alemães.

O Basaksehir começou a temporada em crise e só venceu um de seus primeiros cinco compromissos pelo Campeonato Turco. Não era um momento confiável à estreia continental. E, invicto neste início de Bundesliga, o Leipzig partiu com tudo desde os primeiros minutos. O bombardeio guardou algumas chances claras, parando no goleiro Mert Günok, até o primeiro gol aos 15. Num belo passe por elevação de Kevin Kampl, Angeliño apareceu na área e foi brilhante em seu domínio, já girando o corpo após a ajeitada de letra. Assim, o lateral tirou a marcação e mandou no cantinho.

O gol deu mais confiança ao Leipzig, que ampliou aos 20. A partir de uma bola roubada por Yussuf Poulsen, Christopher Nkunku foi acionado e passou de primeira. De novo, Angeliño aproveitou o espaço e arrematou com força. Antes dos 30, Dani Olmo parou em boa defesa de Günok e Angeliño quase completou sua tripleta, com um batida que seguiu para fora. Porém, os Touros Vermelhos também deram mais espaços ao Basaksehir e tiveram alguns cochilos na zaga. Na melhor tentativa dos visitantes, Peter Gulácsi parou Edin Visca.

O jogo caiu de ritmo no segundo tempo. O Basaksehir tinha mais a bola e o Leipzig parecia relaxado demais, mas nada que os turcos tenham aproveitado. Do outro lado, Hwang Hee-chan entrou para explorar os contragolpes e desperdiçou boas chances. Era um duelo arrastado, em que os turcos não tinham qualidade e os alemães empurravam com a barriga. Apenas no fim é que Gulácsi voltou a ser exigido, mas nada que indicasse uma reação dos visitantes.

Os três pontos em casa contra o adversário mais fraco eram obrigação ao Leipzig. O caldo engrossa nas próximas rodadas, diante de United e PSG. A equipe de Julian Nagelsmann só quis jogar enquanto a partida não estava em suas mãos, mas o desleixo posterior é explicável pelas circunstâncias. Só não pode acontecer em outros compromissos, diante do nível da concorrência. Enquanto isso, o Basaksehir tende a ser mesmo mero figurante e precisará de muito mais para incomodar.

Leipzig x Basaksehir (Fonte: WhoScored)

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore