Em um dia que o Liverpool parecia no caminho de perder pontos para um time da parte de baixo da tabela, o time arrancou uma vitória com um belo chute de Emre Can. Em um momento que o ataque do time está em baixa depois de uma primeira metade de temporada muito boa, quem tem aparecido com bons desempenhos é Giorginio Wijnaldum e Emre Can. Os dois foram os protagonistas e os autores dos gols na vitória por 2 a 1 sobre o Burnley.

LEIA TAMBÉM: O empate arrancado pelo Rangers contra o Celtic valeu muito mais que um ponto

Wijnaldum é um jogador versátil de meio-campo. Pode atuar recuado, no centro do meio-campo, marcando e fazendo o time jogar. Dos 32 jogos que fez até aqui na temporada, 27 deles foram como titular. Ele tem sido um jogador importante no elenco dos Reds, ainda mais quando o ataque não corresponde.

No jogo contra o Burnley, sem o capitão Jordan Henderson, o meio-campo foi formado por Wijnaldum, Emre Can e Lallana, este último um jogador que pode dar mais poder ofensivo ao time. O ataque formado por Philippe Coutinho, Divock Origi e Sadio Mané decepcionou. Só o senegalês apareceu mais para o jogo, mas Coutinho esteve apagado em campo. Desde a sua lesão no fim do ano que ele não consegue ter boas apresentações.

O roteiro deste domingo parecia seguir o que se viu tantas vezes nesta temporada, com o Liverpool perdendo pontos para times que estão mal na tabela. O gol de Ashley Barnes aos sete minutos de jogo, aproveitando rebote, deu um susto na torcida. Um susto que só foi amenizado com o gol de Wijnaldum, já nos acréscimos do primeiro tempo, aproveitando um bate rebate dentro da área.

O gol de Emre Can foi bonito. Aos 16 minutos do segundo tempo, ele acertou um belo chute rasteiro, bem no canto do goleiro Tom Heaton, que nada pôde fazer. Golaço do camisa 23, que fez ótima partida. Junto com Wijnaldum, ajudou a fazer o setor de meio-campo o principal do time. Adam Lallana também teve uma ótima atuação, sendo um dos principais jogadores tocando a bola.

São muitos jogadores rendendo abaixo do esperado e isso dificulta muito a situação de J6urgen Klopp, que parece não encontrar soluções. Coutinho teve um jogo muito ruim e em outras partidas, jogadores como Can e Origi também não ajudaram muito. Não foi o que aconteceu desta vez. Can foi bem, Lallana entrou bem no time e Origi teve um papel fundamental participando dos dois gols – cruzando para a área no primeiro e tabelando no segundo.

Roberto Firmino teve uma lesão de última hora que o deixou fora da partida. Klopp tinha poucas opções, para não dizer nenhuma. Daniel Sturridge estava machucado, o que não é novidade, e Danny Ings, que é ex-jogador do Burnley, também segue machucado. A atuação de Origi foi boa, mas não tão boa a ponto dos torcedores não sentirem falta do que Firmino pode fazer. O brasileiro é um jogador importante, embora Origi se esforce e corra muito, algo que é apreciado por Klopp.

Vale destacar a atuação de dois jogadores de defesa do Liverpool em particular. O primeiro deles é o camaronês Joel Matip. A sua ótima partida ajudou o time a sofrer um pouco menos no setor. Ele fez muita falta quando esteve fora. Ao seu lado, Klavan é um jogador mais limitado tecnicamente, mas ao lado de um jogador como Matip, há menos problemas.

O Liverpool certamente gostaria de ter o zagueiro Michael Kane no seu elenco. O zagueiro do Burnley fez mais uma grande partida e dá para dizer que a situação do time visitante em Anfield não foi mais difícil porque teve um sistema que funcionou muito bem defensivamente e Keane e seu companheiro de zaga, Bem Mee, foram excelentes. Certamente os dois melhores do time, mas fica o destaque também para Matthew Lowton, lateral direito que tinha tudo para sofrer contra Coutinho, mas foi bem na marcação do adversário.

O que o Liverpool mais tem a comemorar é a sua situação na tabela. Em quarto lugar com 55 pontos, o time abriu cinco do Arsenal – que tem dois jogos a menos, é verdade, mas vive uma má fase técnica. O time briga por vaga na Champions League na próxima temporada e ficar em quarto já seria aceitável para o time de Klopp.