Para quem temia o rebaixamento, o Leicester atravessa uma reviravolta imensa na Premier League. Após emendarem cinco derrotas nas últimas semanas de Claudio Ranieri, as Raposas agora vêm de cinco vitórias consecutivas na competição, quatro delas em casa. Nesta terça, os comandados de Craig Shakespeare derrotaram o lanterna Sunderland, por 2 a 0, no Estádio King Power. E, do Z-3, o clube já aparece ao menos provisoriamente na parte de cima da tabela, saltando à décima colocação. Ainda pode perder três posições ao final da rodada, mas, para isso, três times logo abaixo precisam vencer nesta quarta.

O sexto triunfo de Craig Shakespeare à frente do Leicester (incluindo aí também a classificação sobre o Sevilla na Champions) foi construído durante o segundo tempo. O primeiro gol saiu da cabeça de Islam Slimani, aproveitando o cruzamento de Marc Albrighton. Pouco depois, Jamie Vardy apareceu. Recuperando a sua fome de gol, o artilheiro recebeu mais uma assistência de Albrighton, em ataque rápido, fuzilando de dentro da área. O camisa 9 anotou cinco gols nas últimas cinco rodadas, contra cinco em suas 22 aparições anteriores pela liga, sob as ordens de Claudio Ranieri.

A arrancada é importante, obviamente, para livrar o Leicester do risco de voltar à Championship. Já são nove pontos de vantagem sobre o Z-3. No entanto, vale ainda mais quando se pensa na Liga dos Campeões. As Raposas podem se concentrar no principal objetivo da temporada, com o Atlético de Madrid pela frente nas quartas de final. Má vontade ou não com Ranieri, fato é que a velha magia voltou. E o antigo auxiliar Craig Shakespeare, visto como um conciliador nos vestiários do Estádio King Power, desponta como o responsável nesta transformação.