O Real Madrid se mostra um passo à frente do Barcelona na briga pelo Campeonato Espanhol. As duas equipes estão emparelhadas, mas os merengues possuem um elenco mais recheado para encarar a maratona de partidas. Contra o ameaçado Mallorca, a equipe de Zinedine Zidane conquistou uma vitória até mais dura do que se esperava no Estádio Alfredo Di Stéfano, mas os 2 a 0 no placar já valeram para retomar a liderança da Liga. Vinícius Júnior correspondeu outra vez como titular e foi premiado com o primeiro tento, enquanto Sergio Ramos também merece menção pelo lindo gol de falta.

Zidane roda o seu time e desta vez deu uma chance a Gareth Bale entre os titulares, o que não acontecia desde antes da paralisação. Vinícius Júnior e Eden Hazard completaram a trinca de meias, dando suporte a Karim Benzema na frente. Ao contrário do que poderia se imaginar, os primeiros minutos não foram um monólogo do Real Madrid. O Mallorca respondia com velocidade e os dois goleiros precisaram trabalhar. Manolo Reina realizou duas ótimas intervenções em sequência, parando um chute à queima-roupa de Benzema e um tiro de longe de Bale. Porém, Thibaut Courtois também salvou a pele dos merengues. Primeiro voou para espalmar uma bomba de Iddrisu Baba, antes de também pegar um arremate de Lago Júnior.

Desde o princípio, o Real Madrid tinha um bom escape pela esquerda. Por ali, Ferland Mendy e Vinícius Júnior faziam combinações interessantes. O brasileiro poderia ter aberto o placar aos 17, depois que Hazard iniciou o contragolpe, mas bateu na marcação. Dois minutos depois, de qualquer forma, o garoto se redimiria com uma linda finalização para balançar as redes. Numa jogada que começou com a reclamação de uma falta cometida por Dani Carvajal e ignorada pelo árbitro, Luka Modric limpou o lance e entregou no corredor aberto pela esquerda. Bale deixou a Vinícius e o ponta demonstrou muita calma na definição, mandando por cima de Manolo Reina. Na comemoração, o brasileiro ergueu o punho cerrado, em referência ao movimento negro. E ainda haveria uma bola no travessão do camisa 25, após tabelar com Benzema e encobrir o goleiro com categoria.

O Mallorca não se entregou mesmo depois do gol e conseguiu um relativo equilíbrio na partida. Ainda assim, faltava mais precisão na conclusão das jogadas. O Real Madrid, quando avançou, foi mais perigoso. O ritmo dos merengues caiu na sequência do primeiro tempo, mas o time de reacendeu na volta do intervalo. Depois de alguns ataques, incluindo um bom passe de Vinícius para Benzema carimbar o goleiro, o segundo gol nasceu a partir de uma cobrança de falta frontal. Sergio Ramos bateu com muita precisão e mandou no ângulo, sem chances a Manolo Reina, que apenas assistiu.

Nem assim o Mallorca se entregou. Os visitantes seguiam tentando roubar um pontinho em Madri e esbarravam em Courtois. O goleiro realizou mais algumas defesas seguras. Enquanto isso, Takefusa Kubo fazia atuação muito ativa e dava boa impressão aos adversários – donos de seu contrato. O Real Madrid tirou o pé do acelerador e passou a administrar o resultado, lançando mão de suas substituições. Vinícius Júnior seguiu em campo até os 38 minutos, sem manter o nível do primeiro tempo. Somente no final, com os reservas tentando mostrar serviço, é que os merengues insistiram mais pelo terceiro gol. Não veio.

O grande destaque no fim do jogo seria a participação de Luka Romero. Com 15 anos e 219 dias, o mexicano se tornou o mais jovem a entrar em campo na história do Campeonato Espanhol. O prodígio quebrou o recorde de Sansón, do Celta de Vigo, que perdurava desde 1939. Meia habilidoso, Romero não teve muito tempo para apresentar sua qualidade aos torcedores do Mallorca, mas é um jogador para acompanhar de perto nesta reta final de La Liga. Deve ganhar mais oportunidades.

O Real Madrid volta a igualar os 68 pontos do Barcelona, mas leva vantagem no confronto direto e por isso ocupa a primeira colocação. No final de semana, os dois rivais pegam times da parte inferior da tabela: os blaugranas visitam o Celta, enquanto os merengues vão à Catalunha encarar o Espanyol. O Mallorca, por sua vez, é o antepenúltimo colocado e está a três pontos de sair do Z-3. Ainda não venceu neste reinício de La Liga.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore