O técnico Tite convocou a seleção brasileira que fará seus últimos amistosos em 2018, contra Uruguai e Camarões, em Londres, em novembro. Duas grandes novidades chamaram a atenção: Allan, do Napoli, de 27 anos, foi finalmente convocado, depois de muito tempo jogando em alto nível e sem chance de convocação. Por outro lado, o treinador voltou a convocar Paulinho, que fez uma péssima Copa e voltou a atuar na China. Provavelmente a grande surpresa da lista.

LEIA TAMBÉM: O texto profético de Nelson Rodrigues que coroou Pelé três meses antes da Copa de 58

Entre os 22 convocados, apenas Dedé joga no futebol brasileiro. O zagueiro do Cruzeiro é um dos grandes destaques do time celeste, campeão da Copa do Brasil. Alguns jogadores testados foram mantidos, como Walace, do Hannover 96, e Pablo, do Bordeaux. Richarlison voltou a aparecer e parece ganhar espaço no grupo, pensando em Copa América.

Dos 22 chamados, 15 deles estiveram na Copa do Mundo. Paulinho é certamente o que mais chama a atenção, porque parecia que ele tinha encerrado o seu ciclo pela seleção, depois de duas Copas do Mundo ruins. Aliás, Tite também falou na coletiva de imprensa que pensa em convocar Fernandinho, a curto prazo, o que também chama a atenção negativamente. São dois jogadores que não têm perspectiva de chegarem à Copa de 2022 e, mais do que isso, tiveram desempenhos ruins recentemente, com duas Copas do Mundo jogando mal. Fica difícil entender por que insistir, já que há outros jogadores na posição – estão aí Allan, Arthur e Fred, este último ficando de fora desta vez.

O Brasil enfrenta o Uruguai no dia 16 de novembro, depois joga contra Camarões no dia 20. Tudo isso na casa brasileira. Não, claro que não é o Maracanã, inocente. É Londres. Capital da CBF. O jogo contra o Uruguai será no Emirates Stadium, que virou uma espécie de casa do Brasil desde 2006. Obviamente, não por acaso. O jogo contra Camarões será no Stadium MK, em Milton Keynes. Jogar no Brasil, parece, só mesmo quando há competição por aqui. A Copa América será disputada no Brasil em 2019. Depois, só mesmo nas Eliminatórias, que o Brasil é obrigado a jogar no seu território. E só mesmo porque é obrigado. Se não, era capaz da CBF mandar no Emirates. “Logística”, alguém ia dizer.

Veja os convocados:

Goleiros: Alisson (Liverpool-ING), Éderson (Manchester City-ING), Gabriel Brazão (Cruzeiro);

Defensores: Danilo (Manchester City-ING), Fabinho (Liverpool-ING), Filipe Luís (Atlético de Madrid-ESP), Marcelo (Real Madrid-ESP), Miranda (Internazionale-ITA), Marquinhos (Paris Saint-Germain-FRA), Pablo (Bordeaux-FRA), Dedé (Cruzeiro);

Meio-campistas: Allan (Napoli-ITA), Arthur (Barcelona-ESP), Casemiro (Real Madrid-ESP), Paulinho (Guangzhou Evergrande-CHN), Philippe Coutinho (Barcelona-ESP), Walace (Hannover 96-ALE);

Atacantes: Douglas Costa (Juventus-ALE), Roberto Firmino (Liverpool-ING), Gabriel Jesus (Manchester City-ING), Neymar (Paris Saint-Germain-FRA), Richarlison (Everton-ING), Willian (Chelsea-ING).


Os comentários estão desativados.