Caio Júnior completaria 52 anos, nesta quarta-feira, não fosse a crueldade do acidente de avião que o matou ao lado de quase toda a delegação da Chapecoense, no final do ano passado. Sempre tido como um cara gente boa, além de bom profissional, o treinador passou por vários clubes brasileiros ao longo de sua carreira, e maioria deles reuniu-se para fazer uma homenagem conjunta no dia do seu aniversário.

LEIA MAIS: A Chape, valente como é, iniciou sua história na Libertadores da maneira mais bela: vencendo

Em iniciativa da assessoria de imprensa de Caio Júnior, Palmeiras, Flamengo, Botafogo, Coritiba, Paraná Clube, Vitória, Londrina e Cianorte publicaram mensagens em homenagem ao treinador. O Bahia ainda deve publicar a sua. A Chapecoense disse que a sua política é de não postar mais aniversários ou homenagens nas redes sociais. O Grêmio preferiu não publicar nada em referência a Caio, por ser algo muito triste, na semana em que estreia na Libertadores. Não houve contato com o Gama, e sua passagem pelo Criciúma foi muito curta.