A ideia do FC Seoul não era de todo ruim: quis colocar manequins no seu estádio, de forma que ele parecesse menos vazio. Diversos clubes têm feito ações de alguma forma no estádio: fotos de torcedores, preenchimento de cores que forma um coração, o mascote do clube… Mas o Seoul quis fazer outra coisa e se meteu (ops) em uma enrascada. Era um ato simbólico para ter seus torcedores ali, ainda que fossem apenas bonecos. O problema é que aparentemente o que foram comprados foram bonecos sexuais, o que, claro, ganhou muita repercussão nas redes sociais assim que apareceram por lá.

A Coreia do Sul foi o primeiro país a retornar ao futebol depois de uma longa pausa pela pandemia do coronavírus. O país foi um dos que tratou a epidemia com uma imensa quantidade de testes e isolando todos contaminados e com sintomas. Com o controle da epidemia no país, o futebol foi retomado, mas ainda cheio de restrições, entre elas os estádios sem público. Por isso, o FC Seoul quis fazer uma ação para ter seus torcedores representados nos bonecos.

Segundo o clube, tudo não passou de um mal entendido na hora da compra dos bonecos. Eles alegam que checaram com o fornecedor que os bonecos não eram para fins sexuais. O clube admitiu estar errado e pediu desculpas aos torcedores em um comunicado via Instagram. Não adiantou muito. Os torcedores ficaram enfurecidos com o, digamos, erro.

“Mesmo que no papel estivesse dizendo que os bonecos não eram para fins sexuais, eles deveriam ter percebido quando colocaram os manequins. Não sejam obtusos”, reclamou um torcedor no Instagram. “E ninguém, enquanto posicionava esse monte de manequins, pensou duas vezes em perguntar se isso estava mesmo ok? Vocês acham que somos burros?”.

Além do problema de relações públicas, o Seoul tem outro problema. A seção 19 da Liga Coreana de Futebol diz que “todos os anúncios considerados inapropriados de maneira sexual ou agressiva são proibidos e sujeitos a penalização”. Bom, resta o clube agora justificar que não quis comprar o que de fato comprou e que não percebeu os manequins com formas, digamos, um tanto sexuais na hora de posicionar as bonecas no estádio. Explicar que focinho de porco não é tomada pode ser bem complicado.