A definição do novo técnico da seleção iraniana ganhou mais um capítulo nesta quarta-feira. Javier Clemente voltou atrás em sua decisão e anunciou que aceitará morar no país, conforme exigência da federação local.

“Por telefone, o treinador aceitou a condição de morar no Irã em tempo integral”, afirmou a emissora de televisão estatal iraniana, sem fornecer maiores detalhes.

No início deste mês, a federação iraniana confirmou o nome do espanhol, de 57 anos, para comandar o Team Melli. No entanto, o acordo não se concretizou, pois Clemente rejeitou a exigência da entidade de morar no país.

A entidade chegou até a anunciar a elaboração de uma lista com cinco ou seis treinadores iranianos e dois ou três estrangeiros para definir quem ficaria no lugar de Clemente. A equipe está sem técnico desde a saída de Amir Ghalenoei em julho, após ser eliminada pela Coréia do Sul nas quartas-de-final da Copa da Ásia.