O clima de Copa do Mundo está cada vez maior. Três seleções europeias se garantiram entre as classificadas para a Copa do Mundo do Brasil em 2014. Alemanha, Bélgica e Suíça confirmaram o favoritismo e venceram seus jogos da rodada, o que garantiu o primeiro lugar de seus grupos e, consequentemente, a vaga direta no Mundial. Só que a disputa ainda não acabou: Espanha e Rússia estão com a vaga praticamente nas mãos e só terão que se garantir na terça, na última rodada das Eliminatórias, com a faca e o queijo nas mãos. Outros, como a Suécia e a Croácia, já estão garantidos como segundos colocados na briga de foice no escuro que é a repescagem. E atenção: tem ainda a Grécia, que você não percebe e acha que estão sempre mortos, mas podem garantir mais uma Copa do Mundo. por fim, as vagas na repescagem que ainda restam serão muito disputadas. Confira cada um dos casos nos grupos:

Compraram passagem
André Schürrle marcou: a Alemanha está na Copa de 2014 (AP Photo/Martin Meissner)
André Schürrle marcou: a Alemanha está na Copa de 2014 (AP Photo/Martin Meissner)

Grupo A: Bélgica vem para o Brasil, Croácia está na repescagem

A Bélgica confirmou as expectativas criadas e garantiu sua vaga direta para a Copa do mundo ao vencer a Croácia por 2 a 1 em Zagreb. Fora de casa, o time contou com dois gols de Romelu Lukaku. Com 25 pontos, os belgas farão o último jogo contra Gales, em casa, como um amistoso de luxo. O prêmio de consolação para a Croácia é que está garantida como segunda colocada e, assim, irá para repescagem tentar a sorte.

Grupo C: Alemanha na Copa, Suécia vai para repescagem

Outra barbada da rodada, a Alemanha fez a festa em Colônia com uma vitória fácil sobre a Irlanda, 3 a 0, e já garantiu a vinda para a Copa do Mundo de 2014. Os alemães chegaram a 25 pontos com gols de Sami Khedira, André Schürrle e Mesut Özil, com ótima atuação de Toni Kroos, que fez o passe para dois gols. Enquanto isso, a Suécia suou muito para vencer a Áustria, mas conseguiu a virada e garantiu seu lugar na repescagem. Zlatan Ibrahimovic foi decisivo: fez o passe para um gol e marcou outro.

Grupo E: Suíça se garante, Islândia e Eslovênia disputam vaga na repescagem

Fora de casa, a Suíça fez a sua parte, venceu a fraca Albânia e também está classificada para a Copa do Mundo. Xherdan Shaqiri e Michael Lang marcaram os gols que garantiram o 2 a 1 e a vaga no Mundial. Se a Suíça está garantida, a segunda vaga é, depois dessa rodada, uma briga de dois times.

A Islândia venceu o Chipre por 2 a 0 e chegou a 16 pontos. A Eslovênia venceu a Noruega por 3 a 0 e já eliminou os nórdicos. Na última rodada, a Islândia joga fora de casa com a Noruega, enquanto a Eslovênia tem a Suíça pela frente, também na casa do adversário.

Reservaram as passagens

 

Espanha, de Pedro, está praticamente classificada para a Copa  (AP Photo/Manu Mielniezuk)
Espanha, de Pedro, está praticamente classificada para a Copa (AP Photo/Manu Mielniezuk)

Grupo I: Espanha quase lá, França garantida na repescagem

A Espanha não está classificada, mas é praticamente só uma questão técnica. O time tem 17 pontos e, teoricamente, pode ser alcançado pela França, que tem 14. Só que na última rodada, a Espanha recebe a Geórgia e a França recebe a Finlândia. Os franceses precisam torcer por uma improvável derrota espanhola e descontar o saldo de três gols. Assim, a Espanha deve se classificar em casa e a França terá que disputar a vaga na repescagem.

Grupo F: Rússia com um pé na Copa, Portugal disputa repescagem

A Rússia só perde a vaga na Copa se uma tragédia acontecer. Com 21 pontos, os russos ainda enfrentam o Azerbaijão fora de casa, enquanto Portugal, que tem 18 pontos, recebe Luxemburgo. Os dois devem ganhar. Portugal só leva a vaga direta se a Rússia perder e os lusos tirarem um saldo de sete gols. Ou seja: os portugueses sabem que terão que passar de novo pela repescagem.

Grupo H: Inglaterra precisa só fazer lição de casa, Ucrânia na repescagem

A Inglaterra ficou em situação muito confortável com a vitória sobre Montenegro, porque além de depender só de uma vitória em casa contra a Polônia para garantir a vaga, ainda praticamente eliminou Montenegro, que precisará de um milagre matemático para chegar à repescagem – precisa que a Ucrânia perca de San Marino, que não venceu ninguém, e ainda tem que descontar um saldo de 13 gols. A Ucrânia precisa vencer San Marino e torcer para a Inglaterra empatar ou perder para ficar com a vaga direta. Tarefa bem mais fácil, convenhamos.

Pesquisaram os preços as passagens para o Brasil
Grécia, de Samaras, disputa vaga direta na Copa, mas vai ao menos para repescagem (AP Photo/Thanassis Stavrakis)
Grécia, de Samaras, disputa vaga direta na Copa, mas vai ao menos para repescagem (AP Photo/Thanassis Stavrakis)

Grupo G: Bósnia e Grécia disputam vaga direta

A Bósnia venceu Liechtenstein com tranquilidade, 4 a 1, e segue em primeiro com 22 pontos. Mas a Grécia, esse patinho feio das seleções, segue lá, firme e forte. Venceu a Eslováquia por 1 a 0 e também tem 22 pontos. Na última rodada, a Grécia tem a missão fácil de encarar Liechtenstein, enquanto a Bósnia enfrenta a Lituânia fora de casa. Se os dois times confirmarem o favoritismo e vencerem, a Bósnia vai para a Copa, porque tem um saldo muito maior, 23 a 6.

Pode ter que assistir na TV
Dinamarca empatou com a Itália, mas vive situação difícil  (AP Photo/Polfoto/Lars Poulsen)
Dinamarca empatou com a Itália, mas vive situação difícil (AP Photo/Polfoto/Lars Poulsen)

Grupo B: Bulgária e Dinamarca disputam vaga, mas podem ficar fora mesmo em segundo

O Grupo B tem a Itália já classificada, mas o que interessa mesmo é a disputa pela vaga na repescagem. Bulgária, Dinamarca e até a Armênia buscam a classificação. Isso porque a Armênia venceu os búlgaros por 2 a 1 em casa, enquanto a Dinamarca empatou com a Itália por 2 a 2. Tanto Bulgária quanto Dinamarca têm 13 pontos e a Armênia tem 12. Na última rodada, a Dinamarca enfrenta Malta em casa, uma moleza, enquanto a Bulgária terá a República Tcheca e a Armênia terá a Itália, fora de casa.

O problema é que Bulgária e Dinamarca terão que descontar os resultados contra Malta, última colocada do grupo. Se a Bulgária vencer a República Tcheca e a Dinamarca não conseguir tirar os sete gols de saldo que tem a menos, os búlgaros garantem o segundo lugar, mas não uma vaga na repescagem. Isso porque o pior segundo colocado não vai à repescagem. Com isso, a Bulgária pode chegar a, no máximo, 10 pontos, já com os descontos. A Turquia, segunda pior entre os segundos colocados, já tem essa pontuação e teria que perder o jogo para dar chance à Bulgária. É grande a chance do classificado deste grupo ser o pior segundo colocado e sequer pegar vaga na repescagem.

Grupo D: Turquia, Romênia e Hungria disputam vaga, mas também correm risco de ficar fora

Com a Holanda classificada, a Turquia lidera a busca pela segunda vaga, com 16 pontos. Só que a Romênia, terceira, também tem 16 pontos e quatro gols a menos de saldo, e a Hungria, com dois pontos a menos, também tem chances, mas precisaria torcer por tropeços dos dois anteriores. A última rodada terá Hungria contra Andorra, Romênia contra Estônia e Turquia contra Holanda. Considerando a Turquia terá seis pontos descontados na tabela dos segundos colocados, porque os resultados contra Andorra, pior do grupo, são excluídos, poderia chegar a 13 pontos, mesmo caso da Romênia. A Hungria, se vencer, pode chegar a 11 pontos, já com os descontos.