Derrotas da Juventus na Serie A se tornaram situações atípicas conforme a Velha Senhora foi construindo sua primazia nestes últimos anos. E esse tipo de atipicidade esteve presente no último domingo, com a atual dona do Scudetto perdendo por 2 a 1 para a Fiorentina no Artemio Franchi. O placar negativo, no entanto, não afetou sua liderança no campeonato, mas fez com que a diferença de pontos para a Roma, que ocupa o segundo lugar na tabela, fosse minimizada. Agora só um ponto separa os dois clubes. Diante desse contexto, todo mundo (mídia, torcedores, técnico) tenta apontar e entender o mote do tropeço. Giorgio Chiellini, em entrevista à imprensa italiana, ligou à derrota a falta que faz Paul Pogba no time.

LEIA MAIS: Incendiada pela torcida, a Fiorentina teve atitude e venceu a Juventus no Artemio Franchi

“Ano passado nós tínhamos Pogba no meio-campo, o LeBron James do futebol. Nós sentimos muita falta da intensidade dele, porque ele é uma figura muito importante para de repente se perder”, falou o zagueiro após a derrota, comparando o ex-companheiro de equipe a um dos maiores jogadores de basquete de todos os tempos. “Estamos tendo algum tipo de problema jogando fora de casa, porque, com todo respeito, não é do feitio da Juventus voltar para Turim com nenhum ponto conquistado em três jogos que fizemos em Milão e em Florença”, acrescentou. “Tivemos quatro jogos duros fora de casa, incluindo também o Genoa, e perdemos todos. Acho que isso quer dizer algo”.

Embora a rodada também não tenha sido muito boa para Pogba, que não jogou tão bem contra o Liverpool, perdeu muitas oportunidades e ainda fez um pênalti totalmente evitável socando a bola para fora da área, o meia vem tido, no geral, ótimas performances pelo Manchester United. Chiellini pensa que a qualidade fornecida pelo francês é uma lacuna no meio-campo da Juventus, que, segundo ele, não vem proporcionando o mesmo tipo de proteção que costumava fazer em relação à sua própria meta, e é por isso que o Gianluigi Buffon vem sujando as luvas mais do que na temporada passada. “Agora nós tendemos a tomar gol em qualquer todas as partidas, ou, pelo menos, correr alguns riscos”.

“Contra a Fiorentina nós erramos muito passes e perdemos muito o controle da bola por conta da postura de vir para cima do time adversário. Nós não nos preparamos para ela. Acho que a vantagem deles foi merecida”, opinou ainda o defensor italiano. “Perdemos quatro partidas [para o Milan, Internazionale, Genoa e Fiorentina, todas nos estádios das equipes citadas] e precisamos analisar a queda de desempenho da Juventus. Percebemos que estamos tendo muita dificuldade em jogos fora do Juventus Stadium. Acho que é hora de refletirmos o que está errado e estimularmos o certo”, concluiu.