Chelsea testa credenciais de Tottenham e Paulinho

Spurs têm ótimos números, assim como o volante brasileiro, mas falta ainda um triunfo sobre uma das principais forças na Premier League

Poucos meses após sua chegada ao Tottenham, Paulinho tornou-se um dos principais jogadores do time, que faz campanha impressionante neste início de temporada. Em nove partidas disputadas, os Spurs venceram oito, perderam o dérbi do Norte de Londres para o Arsenal, marcaram 20 gols e sofreram apenas um, justamente no revés para os Gunners.

Destaque nas últimas manchetes dos Coys pelo gol de letra que garantiu a vitória por 1 a 0 sobre o Cardiff City nos últimos minutos de jogo, o volante brasileiro aponta o Tottenham como um dos candidatos a título da Premier League e acredita que o clássico deste sábado contra o Chelsea pode ser o catalisador desta briga pelo campeonato nacional. E esta pode ser mesmo a “prova final” de que desta vez o time luta pela ponta.

Em entrevista ao jornal inglês Daily Telegraph, Paulinho mostrou ansiedade ao falar do jogo contra os Blues neste final de semana. Após a derrota para o Arsenal, Paulinho acredita que este jogo pode impulsionar os Spurs rumo ao título do Campeonato Inglês, que não fica com o Tottenham desde 1961.

“É uma grande partida em Londres e no Brasil, onde muitas pessoas estarão assistindo. E é importante para nós, para nos ajudar a vencer mais jogos. Enfrentamos o Arsenal e não conseguimos o resultado que queríamos. Mas estamos no caminho certo, então é ótimo ter esta oportunidade de jogar contra o Chelsea, para provar nossa qualidade. Dentro do clube, sabemos de nossa habilidade, e isso começará neste jogo com o Chelsea”, projetou o camisa 8.

O histórico de Paulinho contra os Blues é muito positivo para o brasileiro. Mesmo porque o brasileiro enfrentou o Chelsea apenas uma vez, quando o Corinthians bateu o time inglês por 1 a 0 e conquistou o bicampeonato do Mundial de Clubes da FIFA. O volante reconheceu que esta pode ter sido a primeira vez que os britânicos ficaram sabendo dele, mas frisou que apenas “jogou como sempre joga”.

E “jogando como sempre joga”, o volante da Seleção está caindo nas graças da torcida do Tottenham, apresentando um bom futebol e tendo boas performances constantemente. Logo em sua estreia na Premier League, por exemplo, foi eleito o melhor em campo, em jogo vencido pelos Spurs por 1 a 0, contra o Crystal Palace, fora de casa. Além disso, em suas cinco apresentações no Campeonato Inglês, criou sete chances de gol, deu uma assistência, acertou 88% de seus passes e foi importante também para o excelente desempenho defensivo até agora.

De fato, como indicou Paulinho, o jogo contra o Chelsea pode transformar os excelentes números – individuais do brasileiro e coletivos da equipe – em ânimo para o restante da briga pelo campeonato. Na segunda colocação, com um ponto a menos que o líder Arsenal, o Tottenham teve, ao menos, um ótimo começo, e um triunfo contra uma das maiores forças da liga é o fator que falta para dar sustentação à grande confiança no time.