Pela primeira vez desde 2005/06, o Celtic não chegou sequer à terceira fase preliminar da Champions League, após perder, nesta quarta-feira, para o Ferencváros, por 2 a 1, no Celtic Park, enquanto, na Romênia, o Dínamo Zagreb sobreviveu a um épico para eliminar o Cluj, nos pênaltis.

As fases preliminares da Champions estão sendo realizadas em partida única e sem torcida, por causa da pandemia. O Celtic saiu atrás, aos sete minutos, graças a um forte chute cruzado de fora da área de David Siger, mas empatou, com um chute de Ryan Christie contou com desvio, após boa troca de passes. Aos 30 minutos da etapa final, Tokmac Nguen disparou em contra-ataque e tocou na saída do goleiro para classificar o campeão húngaro à próxima fase.

Será a segunda vez neste século e neste formato que o Celtic passará três temporadas seguidas sem sequer participar da fase de grupos da Champions League. A outra foi entre 2009 e 2012, quando perdeu nos playoffs, na terceira fase e depois nem se classificou.

 

A eliminação anterior havia sido pelas mãos do Cluj, um emocionante 4 a 3 ano passado, e desta vez os romenos estiveram no outro lado de um jogo maluco. O Dínamo Zagreb saiu à frente, aos 14 minutos, com Amer Gojak pegando o rebote do goleiro, mas se viu em situação periclitante, no começo da etapa final, quando Kevin Theophile-Chaterine foi expulso, e o Cluj teve um pênalti a seu favor.

A batida, porém, foi desperdiçada por Ciprian Ioan Deac. A vantagem do Zagreb caiu mesmo assim, cerca de dez minutos depois, quando Michael Pereira bateu forte de muito longe e o goleirão Dominik Livakovic aceitou o frango. Mesmo com um a menos, os croatas conseguiram recuperar a liderança no placar, aos 34, em outra bola espalmada pelo goleiro dos romenos, Cristian Balgradean.

.

 

No terceiro minuto dos quatro de acréscimo prometido pelo árbitro, Gabriel Debeljuh surgiu dentro da área para completar o cruzamento rasteiro da direita e levou a partida à prorrogação. Apesar do baque emocional e de estar com um a menos há tanto tempo, o Zagreb conseguiu resistir e levar a decisão aos pênaltis.

 

Os oito primeiros acertaram suas cobranças, mas Gojak, que havia feito o primeiro gol da partida, parou nas mãos do goleiro. Catalin Golfoca precisava apenas marcar para classificar o Cluj, porém também foi frustrado por Livakovic. Deac, desta vez, acertou o seu chute, assim como Emir. Dilaver e Josko Gvardiol para o Zagreb.

A última batida foi de Kevin Boli e, rapaz, como ele bateu por cima.

 

O Viktoria Plzen ganhava por 1 a 0 até o último minuto da parida, quando seu goleiro Ales Hruska cometeu pênalti em Ferdy Druijf. Teun Koopmeiners garantiu a prorrogação, na qual Albert Gudmundsson marcou duas vezes para classificar os holandeses.

AZ Alkmaar [1]-1 Viktoria Plzen : Teun Koopmeijners pen. 90’+5′ from r/soccer

Veja todos os resultados do dia na segunda fase preliminar da Champions League:

AZ Alkmaar-HOL 3 x 1 Viktoria Plzen-TCH
Suduva-LIT 0 x 3 Maccabi Tel Aviv-ISR
Celje-SLO 1 x 2 Molde-NOR
Qarabag-AZE 2 x 1 Sheriff-MDA
Lokomotiva Zagreb-CRO 0 x 1 Rapid Viena-AUT
Ludogorets-BUL 0 x 1 Midtjylland-DIN
Cluj-ROM 2 x 2 Dínamo Zagreb-CRO*
Légia Varsóvia-POL 0 x 2 Omonia Nicosia-CYP
Dïnamo Bret-BLR 2 x 1 Sarajevo-BOS
Young Boys-SUI 3 x 1 KÍ-FRO
Celtic-ESC 1 x 2 Ferencváros-HUN

E na terça-feira:

Tirana-ALB 0 x 1 Estrela Vermelha-SER
PAOK-GRE 3 x 1 Besiktas-TUR

.