Ceballos evitou prorrogação, e o Arsenal segue em frente na Copa da Inglaterra

Dani Ceballos havia marcado apenas uma vez pelo Arsenal e escolheu um ótimo momento para fazer o seu segundo gol. Com empréstimo estendido até o fim desta temporada, o meia espanhol manteve viva a única esperança de título restante aos Gunners com um gol aos 46 minutos que valeu a vitória por 2 a 1 sobre o Sheffield United, nas quartas de final da Copa da Inglaterra, neste domingo.

A FA Cup tem sido uma tábua de salvação em tempos difíceis para o Arsenal. Rendeu algo a ser comemorado três vezes em quatro anos entre 2013 e 2017 e mais uma vez parece ser o que sobrou para a equipe de Mikel Arteta, com apenas uma vitória em três rodadas da Premier League desde a retomada.

O Arsenal caiu para nono lugar, a um ponto do Sheffield United, a dois do Tottenham e a seis do Manchester United, e ainda pode sonhar com vaga europeia por meio da Premier League por causa da possível punição ao Manchester City por violação do Fair Play Financeiro. Eliminado da Liga Europa pelo Olympiakos, título, porém, apenas em Wembley.

As duas partidas pela liga inglesa contra o Sheffield United haviam terminado com um empate e uma vitória do time recém-promovido e o cenário parecia ruim ao Arsenal outra vez quando John Lundstram abriu o placar com uma cabeçada, mas, em posição de impedimento, teve o seu gol anulado.

Aos 25 minutos, Chris Basham pegou Alexandre Lacazette na entrada da área. O árbitro considerou pênalti, e Nicolás Pépé colocou o Arsenal em vantagem. Lundstram precisou ser substituído por lesão ainda no primeiro tempo. David Luiz, também sentindo problemas físicos deu espaço para Rob Holding, pouco depois do intervalo.

O placar não se mexeu até os 42 minutos, quando a defesa do Arsenal vacilou feio em uma cobrança de lateral longa de Jack Robinson. Kolasinac tentou afastar, mas acertou Mustafi. A bola ficou viva, flutuou e David McGoldrick emendou às redes, quase garantindo prorrogação.

Quase. Aos 46 minutos, o Arsenal avançou em contra-ataque com Bukayo Saka e Eddie Nketia. Dani Ceballos, aberto pela direita, recolheu a sobra e, quando todos esperavam o cruzamento, bateu rasteiro, quase sem ângulo, e fez o gol da vitória dos visitantes.

.

.

.