Não precisa de 20 gols por temporada, centenas de títulos ou dribles plásticos. Às vezes, o menor gesto de um jogador já é o suficiente para emocionar o torcedor e transformar um jogo de pouca importância em um dia inesquecível.

Edinson Cavani conversou com um fã antes da quinta rodada do Campeonato Francês, entre Paris Saint Germain e Bordeaux. Prometeu entregar a sua camisa para ele após o jogo e cumpriu. A expressão no rosto do rapaz deve ter valido para o uruguaio mais que os pontos da vitória por 2 a 0: