O atacante Antonio Cassano é conhecido por aprontar das suas. Já aprontou tanto na vida que qualquer problema criado por ele ganhou até termo em dicionário: cassanata. Na Inter, o ex-jogador de Roma, Real Madrid e Milan ainda não havia causado problemas, mas passou dos limites nesta sexta-feira.

No final do treinamento de sexta, Cassano teria ironizado o técnico Andrea Stramaccioni, insinuando que ele se considerava tão importante quanto José Mourinho. A partir daí, os dois começaram a discutir e o desentendimento quase virou briga de fato. Jogadores e comissão técnica tiveram de separar os dois. Depois da discussão, o jogador de 30 anos não foi convocado para a partida deste domingo, contra o Catania, e foi multado.

Em entrevista coletiva neste sábado, Stramaccioni tentou minimizar o assunto e garantiu que a escolha foi técnica. O técnico ainda confirmou que o atacante viajará com o elenco da Inter para Londres, para enfrentar o Tottenham pelas oitavas de final da Liga Europa. “São coisas que acontecem nos vestiários, mas Cassano estará com o grupo para a partida de quinta”, afirmou o comandante.

Porém, enquanto Stramaccioni e a diretoria da Inter afirmam que o caso está resolvido, alguns jornais italianos, como a Gazzetta dello Sport, afirmam que Cassano pode ser negociado pela Inter no fim da temporada. No início da semana, se falava de renovação do seu contrato até 2016, mas agora o habilidoso atacante italiano pode ser envolvido em uma troca com o jovem centroavante argentino Mauro Icardi, da Sampdoria, um dos principais alvos da Inter para a próxima temporada.