Casemiro não faz muitos gols. Tem apenas 22 em 220 partidas pelo Real Madrid e nunca havia marcado mais de um na mesma partida, até este sábado. Em um raro dia de artilheiro, colocou o nome no placar duas vezes, mostrando predicados de bom centroavante, e garantiu a difícil vitória merengue por 2 a 1 sobre o Sevilla, no Santiago Bernabéu, pelo Campeonato Espanhol.

Quarto colocado de La Liga, o Sevilla é um adversário difícil, como o Real Madrid descobriu em primeira mão durante um fraco primeiro tempo em que houve apenas uma finalização correta para cada lado. Os visitantes chegaram a abrir o placar com uma cabeçada de Luuk de Jong, mas o árbitro Juan Martínez Munuera anulou o gol por causa do que considerou uma falta de Nemanja Gudelj em Éder Militão.

Logo no começo do segundo tempo, Luka Jovic descolou um passe de calcanhar para Casemiro, que entrou na área e tocou com categoria por cima de Tomas Vaclik para fazer 1 a 0. Se o lance do gol anulado foi controverso contra o Sevilla, o do gol confirmado foi ao contrário. Porque parece ter havido um leve toque no braço de Munir El Haddadi antes de De Jong recolher e levar à perna esquerda para empatar com um belo chute colocado. Segundo a nova orientação, qualquer toque de mão deve anular jogadas de gol, mas, apesar da checagem do assistente de vídeo, Martínez Munuera confirmou o tento.

Cinco minutos depois, antes que o Real Madrid pudesse reclamar muito, Lucas Vázquez recebeu pela direita e cruzou na medida para Casemiro completar de cabeça: 2 a 1, e a vitória que deixa o Real Madrid com 43 pontos. O Barcelona, com um jogo a menos, tem 40.

.

.

Classificações Sofascore Resultados

.