Quando Paulinho chegou ao Tottenham, Jamie Carragher, agora comentarista, apostou com Gary Neville que o ex-jogador do Corinthians faria 15 (!) gols na temporada, uma marca que o colocaria entre os meias mais artilheiros do mundo. Com o brasileiro de saída para o chinês Guanghzou Evergrande, Carragher aceitou a derrota e agora, ídolo do Liverpool, terá que vestir uma camisa do Manchester United com o número do ex-lateral direito.

LEIA MAIS: Roberto Firmino tem potencial para substituir Sterling e tornar o Liverpool até melhor

Convenhamos que Carragher foi um bocado imprudente ou nunca viu Paulinho jogar. Poucos atletas da posição dele – primeiro ou segundo homem de meio-campo – fazem 15 gols em uma temporada, mesmo que tivessem um faro de artilheiro maior que o do ex-corintiano, que deixou o Parque São Jorge com média de um tento a cada cinco partidas. O meia central da Premier League que mais colocou bolas na rede foi Steven Gerrard, com nove.

Em 67 jogos durante duas temporadas, Paulinho marcou dez vezes pelo Tottenham no total e não chegou nem perto da aposta de Carragher, que ainda tenta negociar os termos da aposta com Gary Neville. Pelo menos, está levando esse grande erro de avaliação na esportiva:

“Me mande uma. Eu não quero tirar a que eu enquadrei na parede do meu quarto”

E ainda provocou Neville, auxiliar da seleção inglesa na Copa do Mundo:

“Ele marcou contra a sua Inglaterra. O que você tem que usar depois de me prometer que a Inglaterra venceria um jogo na Copa do Mundo”.