Assim como no clássico disputado na primeira fase, Corinthians e Santos fizeram mais um jogo intenso pelo campeonato paulista. Na Arena Corinthians, o Timão de Fábio Carille levou a melhor na ida das semifinais da competição ao vencer a equipe treinada por Jorge Sampaoli pelo placar de 2 a 1, em um clássico decidido ainda na primeira etapa.

Com apenas três minutos, na bola parada, Sornoza levantou na área e o zagueiro Manoel desviou para o gol. A resposta santista foi quase imediata. Aos 7 minutos, após ocbranaç de escanteio, Cássio tentou afastar mas acabou espanando a bola que sobrou limpa para o baixinho Derlis González empurrar de cabeça para o gol, empatando a partida.

No decorrer da partida, o Santos não conseguiu em nenhum momento impor seu estilo de jogo, enquanto o Corinthians dominava o ritmo, a posse de bola e ainda mantinha uma marcação pressão, que foi fundamental para a equipe voltar à frente do placar. Aos 31, a bola sobrou alta no campo de defesa do Santos e o zagueiro Luis Felipe afastou mal. Clayson recuperou a bola pelo lado esquerdo, fintou para cima de Victor Ferraz e finalizou no canto oposto de Vanderlei.

Ainda antes do fim do primeiro tempo, um lance chamou a atenção. Felipe Aguillar dividiu no alto com Danilo Avelar e caiu desacordado. O jogador santista teve de deixar o gramado de ambulância, mas recuperou a consciência ainda dentro do estádio.

No segundo tempo, o jogo ficou amarrado no meio de campo, e mesmo precisando do resultado, o Santos não exerceu qualquer pressão sobre o Corinthians, que ainda criou algumas poucas oportunidades, principalmente com Clayson, que foi um dos principais nomes da equipe corintiana, que precisa apenas de um empate no jogo da volta para garantir lugar na final do Paulistão.