Com 32 anos, 11 deles dedicados ao Shakhtar Donetsk, parecia que Darijo Srna não poderia se tornar mais ídolo da torcida dos Mineiros, mas o capitão deu um jeito de se estabelecer ainda mais no coração dos torcedores. O croata enviou 20 toneladas de mexerica para crianças que estão atualmente na zona de guerra, no leste da Ucrânia, bancando tanto a compra das frutas quanto o custo de envio.

VEJA TAMBÉM: Cinco grandes momentos da história do Estádio Independência

O propósito do gesto de Srna foi contribuir com o projeto Let’s Help Children, do Centro Humanitário de Rinat Akhmetov. Segundo o site do Shakhtar Donetsk, as frutas foram enviadas para todas as mais de 23 mil crianças na escola primária em Donetsk – ou seja, todas. As doações começaram a chegar às escolas nesta terça-feira e deverão ser entregues a todas elas até o fim desta semana. Além das frutas, o capitão enviou cartões personalizados para cada uma das crianças.

De acordo com a agência AFP, uma série de comboios militares russos entraram no leste da Ucrânia, e a tensão entre o governo e os separatistas pró-Rússia deverá se intensificar. “O nível de violência no leste da Ucrânia e o risco de uma nova escalada são altos e estão aumentando”, afirmou Michael Bociurkiw, membro da missão especial de supervisão da OSCE (Organização para a Segurança e Cooperação na Europa) no país, em coletiva de imprensa.

Em um momento tão sensível, a ação de Darijo Srna vem em boa hora. Não é o bastante, é claro. A região precisa de muito mais neste momento, mas, como gesto, é difícil pensar o que alguém como o atleta poderia fazer além disso. Sem falar que ajuda a humanizar um pouco mais o tema, lembrando de quantas pessoas – sobretudo crianças  – estão sendo afetadas pela instabilidade política.

223154__max_gal

223153__max_gal