A Copa Africana de Nações celebra a sua próxima edição a partir de sexta-feira. O final de semana, desta maneira, serviu para que alguns dos principais candidatos ao título realizassem seus últimos amistosos preparatórios. E o que se viu foi um show dos craques do continente. Mohamed Salah e Hakim Ziyech, pelo que fizeram na temporada europeia, são nomes a se observar de perto na CAN. Ambos protagonizaram lances deslumbrantes neste domingo.

Seleção africana mais forte da Copa de 2018, Marrocos ligou o sinal de alerta. O time sofreu a derrota por 3 a 2 diante da Zâmbia, em Marrakech. Ziyech, ao menos, manteve a honra de sua equipe. Anotou ambos os gols e ofereceu uma jogada mágica num lance fortuito. Quase quebrou a coluna do marcador, numa sequência de dribles humilhante na entrada da área. Precisa fazer isso mais vezes, se quiser colocar os Leões do Atlas na rota da taça.

Já o Egito, além de estar presente no Mundial de 2018, terá a chance de realizar a CAN em seu território – após a mudança de sede do torneio, inicialmente marcado para Camarões. E os Faraós cumpriram sua parte ao derrotar Guiné por 3 a 1. Salah não balançou as redes, mas proporcionou o lance mais bonito em Borg El Arab. No segundo tento, fez o goleiro se rastejar, em uma série de cortes, antes de mandar a bola caprichosamente na trave, até que Ahmed Ali aproveitasse o rebote. O último tento, em uma bela jogada coletiva, ainda teria assistência do craque do Liverpool.

O Egito faz sua estreia na Copa Africana durante a próxima sexta. Pega Zimbábue, em grupo que ainda conta com República Democrática do Congo e Uganda. Já Marrocos em cara a Namíbia no domingo, em chave cascuda ao lado de Costa do Marfim e África do Sul.