Em um jogo surpreendente em Coventry, a seleção do Reino Unido caiu diante do Canadá e está fora do futebol feminino nas Olimpíadas de Londres. As canadenses marcaram 2 a 0 no primeiro tempo e viram o time da casa perdido em campo.

Com os dois gols marcados no primeiro tempo, o Canadá jogou com segurança para administrar o resultado. O time britânico passou a jogar no ataque e ter posse de bola no campo de ataque, mas sem conseguir criar chances.

Nem suas principais jogadoras conseguiram fazer diferença pelo time. Karen Carney e Kim Little, por exemplo, não conseguiram aparecer para o jogo. No Canadá, Christine Sinclair foi, mais uma vez, um grande destaque. Além de marcar um gol, foi referência no ataque e preocupava a defesa das britânicas.

A vitória leva o Canadá à semifinais contra os Estados Unidos, na próxima segunda-feira.

Destaque do jogo

A falta de criatividade britânica. O time tinha feito boas partidas na competição e entrou como favorita no confronto, mas mostrou pouco futebol e acabou derrotada com justiça.

Momento chave

O golaço de Sinclair em cobrança de falta causou não apenas uma vantagem por dois gols, mas uma vantagem psicológica importante. O Canadá jogava melhor e ali o Reino Unido viu que a vida seria muito mais dura.

Os gols

12’/2T: Gol do Canadá
Schmidt cobrou escanteio da direita para a entrada da área e Jonelle Filigno chegou com tudo para chutar e mandar no ângulo.

25’/2T: Gol do Canadá
Em cobrança de falta, Sinclair coloca no canto e marca 2 a 0 para as canadenses.