Campeonato Grego pode incluir quatro novos times ainda nesta temporada

A organização do Campeonato Grego proporá oficialmente nesta sexta-feira a expansão do torneio nacional ainda nesta temporada. Atualmente disputado por 14 clubes, a competição passaria a contar com 18 participantes. A medida ainda precisa ser aprovada pela Federação Grega, que se reúne em assembleia geral na próxima terça-feira.

O aumento de times na Super League resolveria o imbróglio que afeta o campeonato desde o início da temporada. Originalmente com 16 inscritos, o torneio teve duas baixas depois que Olympiakos Volos e Kavala foram punidos por envolvimento com manipulação de resultados e caíram para a quarta divisão.

Desde então, quatro times brigam pelas vagas: Larissa e Panserraikos, rebaixados na última temporada, e Levadiakos e Doxa Drama, quarto e quinto colocados na segunda divisão em 2010/11. Por conta do caso, a segunda e a terceira divisão ainda não foram iniciadas.

Ameaçada por multa caso atrasasse o início da disputa, a organização da liga realizou a primeira rodada do torneio no fim de agosto, mesmo com dois times a menos. Somente agora, depois de seis rodadas realizadas, a entidade definiu sua posição sobre o caso.

Caso a expansão seja aceita pela federação, a Super League ainda precisa definir quando serão realizadas as partidas atrasadas. Panathinaikos, Olympiacos, PAOK, Atromitos e AEK Atenas, todos com dez pontos, atualmente dividem a liderança da competição.

Ainda existe o risco de o Ministério dos Esportes do país intervir no caso. Em agosto, diante da pena branda dada ao Kavala e ao Olympiakos Volos, o órgão governamental exigiu o rebaixamento de ambos os clubes a divisões semiamadoras e foi atendido.