Diversos jogadores deram exemplo de solidariedade e comprometimento com a comunidade durante esta pandemia. Marcus Rashford é um deles. Através da organização Fares Share, o atacante do Manchester United participou de uma campanha para arrecadar dinheiro e distribuir refeições a famílias carentes no Reino Unido. Nesta quinta-feira, o atleta anunciou que a entidade bateu sua meta para oferecer 3 milhões de refeições a pessoas em situação vulnerável, sobretudo crianças.

“Pessoal, tenho notícias incríveis. Tínhamos uma meta para o fim de junho, de que a Fares Share poderia oferecer 3 milhões de refeições a pessoas vulneráveis em todo o Reino Unido. Hoje, cumprimos a meta financeira de providenciar essas refeições. Muito obrigado a todos pelo apoio”, escreveu Rashford, em suas redes sociais.

“E enquanto estou comemorando, há muito mais a se fazer. Acreditem em mim quando digo que continuarei lutando para que nenhuma criança no Reino Unido precise se preocupar de onde virá sua próxima refeição. Essa é a Inglaterra em 2020 e as famílias precisam de ajuda”, complementou o jogador. Sua meta era apoiar principalmente as crianças em idade escolar, que ficariam sem merenda com a paralisação das aulas por causa da pandemia.

Conforme a BBC, a Fares Share conseguiu juntar £20 milhões. Rashford tirou dinheiro do próprio bolso e também contribuiu ativamente para que mais pessoas se conscientizassem. Sua meta inicial era levantar £100 mil, para assegurar alimentos a 400 mil crianças na Grande Manchester. Na última semana, o atacante ganhou um prêmio por suas ações sociais na região. O jovem de 22 anos nasceu e cresceu nos subúrbios da cidade, entrando para as categorias de base do Manchester United quando tinha sete anos.