A definição do clássico entre Atlético de Madrid e Real Madrid na decisão da Copa do Rei gerou um impasse sobre o local da partida, marcada inicialmente para o dia 17 de maio. O palco do confronto é determinado pelos dois finalistas, em decisão chancelada pela federação espanhola. E, ao menos neste primeiro momento, colchoneros e merengues assumem posições divergentes sobre o assunto.

Presidente do Atlético, Enrique Cerezo afirmou que a intenção é a de jogar no Estádio Vicente Calderón, sua própria casa: “Havia um convênio entre os dois clubes e a cada ano a final acontece em um campo”. A última vez que os rivais decidiram a Copa do Rei foi em 1992, com vitória do Atleti por 2 a 0 no Santiago Bernabéu. Em 1975, o confronto aconteceu no Vicente Calderón, com triunfo do Real.

Já o Real Madrid ainda não se manifestou de maneira oficial. No entanto, a imprensa espanhola indica o Camp Nou como favorito. Durante a comemoração da classificação sobre o Barcelona, alguns jogadores também manifestaram vontade de atuar na casa do Barcelona. Entre as justificativas para a escolha do estádio catalão estão sua capacidade e sua condição neutra.

Um problema que impediria a realização do jogo no Camp Nou é a partida entre Barcelona e Valladolid, marcada para o mesmo final de semana da decisão. Ainda assim, há a possibilidade de mudança das datas. Outras opções que devem ser apontadas pelos merengues são o Mestalla e o Olímpico de Sevilla.

Na temporada passada, a escolha do estádio da decisão da Copa do Rei gerou um pequeno imbróglio entre Barcelona e Real Madrid. Os blaugranes, assim como o Athletic Bilbao, solicitaram que o jogo acontecesse no Santiago Bernabéu, ideia vetada pelos merengues por conta de obras no local. Ao fim, os catalães celebraram o título no Vicente Calderón.