Cadê a noção?

Está rolando na internet a divulgação de uma suposta campanha para a volta de Cristian, volante que atualmente defende o Fenerbahçe, para o Corinthians. Como? Através de um projeto de crowdfunding, uma arrecadação de fundos por meio de pessoas interessadas. No caso, a campanha será destinada a torcedores do Corinthians.

O site da campanha já está no ar. O endereço é http://www.voltacristian.com.br/ e cada torcedor poderá doar a quantia mínima de R$ 100. O torcedor irá contribuir usando cartão de crédito e caso a quantia não chegue ao preço pedido pelo clube turco, R$ 16 milhões, os valores não serão debitados. O torcedor não perde nenhum dinheiro.

A iniciativa em si é ótima e acho que é muito válida. Se o torcedor pode contribuir diretamente na contratação do jogador, por que não permitir isso? O problema não é a ideia da campanha. O problema é o jogador participar dela em um vídeo divulgado na internet, mesmo tendo contrato vigente com o Fenerbahçe até junho de 2014.

Não vê problema nisso? E o profissionalismo? Na hora de assinar o contrato e receber as luvas, o jogador não se importou que seu contrato fosse até 2014. Agora faz campanha para deixar o time? É um desrespeito aos torcedores e com o clube, além de ser um comportamento pouco profissional.

Para saber mais informações sobre o caso, recomendo o blog do excelente Gustavo Zupak.

E você, o que acha?